Entenda o temperamento do seu filho

Por que algumas crianças são tranquilas, enquanto outras são mais “difíceis”? Por que um irmão é tão diferente do outro? Tudo se resume ao temperamento.

Temperamento é algo inato, algo com o qual nascemos. Ele faz parte das conexões únicas do cérebro de cada indivíduo. Seu filho não escolheu o seu temperamento, e ele não age dessa maneira porque você fez (ou deixou de fazer) alguma coisa – embora as experiências e interações com as outras pessoas durante os primeiros anos possam modificá-lo.

Quando o seu filho começar a frequentar a escola, o seu temperamento estará bem definido e será facilmente identificado por aqueles que o conhecem. É muito provável que o seu modo de ser não mude muito no futuro. Como já mencionamos, essas características são inatas, algo com que seu filho nasceu e que são independentes das suas habilidades parentais. No entanto, a maneira como o seu filho se adapta ao ambiente depende muito da interação entre o temperamento dele e o seu, e de como as pessoas ao redor respondem à ele. Uma criança que se sente confortável em seu ambiente e com as pessoas que conhece, irá prosperar.

Continue lendo

É indicado pintar o cabelo na gravidez? Entenda mais sobre o assunto

Estar grávida é um momento muito especial na vida das mulheres. O percurso normalmente é repleto de emoções, mas também de cuidados. É natural querer estar a par de tudo que possa favorecer a gestação e, assim, dúvidas, ansiedade e expectativas podem acabar surgindo sobre o que é indicado ou não.

Para que tudo transcorra da melhor forma possível, é importante ficar atenta às recomendações de especialistas durante esse período para preservar a saúde das mamães e dos bebês, principalmente no que diz respeito a questionamentos que envolvem estética e beleza, como pintar o cabelo na gravidez.

Pensando nessas dúvidas, preparamos este post. Vamos ajudar as mamães a ficarem por dentro dos cuidados capilares que são indicados e os que não são recomendados, para que a gestação seja harmoniosa e tranquila. Continue a leitura!

Continue lendo

Veja a importância de um plano de desenvolvimento do bebê

Desde o nascimento, passamos por uma série de transformações que constituem nossa formação enquanto seres humanos. Assim, é muito importante que todo esse processo seja acompanhado, sobretudo nos primeiros anos de vida, devido às grandes mudanças que vão acontecendo. Diante disso, a construção de um plano de desenvolvimento do bebê é um recurso fundamental que permite um olhar mais próximo frente à toda sua formação.

É muito importante ter em vista o período de maturação que a criança passa em seu crescimento, e que nele são estabelecidas metas de alcance que permitem uma análise sobre como tudo está evoluindo.

Continue lendo

Espaços relaxantes

A gravidez vem junto com muitas mudanças no seu estilo de vida, suas rotinas, seus hábitos, seus relacionamentos e sua casa. Por que você não aproveita essa desculpa para redecorar e embelezar um cômodo ou a casa? Existem muitas teorias que estabelecem que os elementos de uma sala podem ter um efeito relaxante ou excitante sobre as pessoas. Embora a gravidez possa ser estressante, sua casa não precisa contribuir para isso. Aqui listamos uma série de coisas que você pode modificar para que sua casa se torne o local ideal para relaxar após um longo dia.

Eles podem parecer insignificantes, mas esses elementos têm um impacto direto no seu humor:

Continue lendo

Inspire, expire

Todos nós temos medo do desconhecido. Alguns mais do que outros, e mulheres grávidas (especialmente mães de primeira viagem) não são exceção. Técnicas de respiração e exercícios de Atenção Plena ajudarão a controlar seus medos e a diminuir os sintomas de depressão pré-natal ou pós-parto.

Agora que o nascimento do seu bebê é iminente, é hora de preparar o corpo e a mente. Ansiedade e medo são reações perfeitamente normais ao que você está vivenciando e à responsabilidade que isso acarreta. No entanto, é importante saber que esses sentimentos são o seu pior inimigo no momento do parto, porque aumentam sua resistência e, portanto, a dor e a duração do processo. Nós não queremos assustá-la, pelo contrário, queremos compartilhar algumas dicas para que você embarque nesta nova aventura enquanto está presente e cheia de confiança.

Continue lendo

Convivência com outras crianças: importância, benefícios e como estimular

Como sabemos, o ser humano é um ser sociável. Mais do que nos relacionar com outras pessoas, precisamos estar em sociedade para termos as nossas necessidades de interação atendidas — inclusive, as de afeto.

É por isso que desde os primeiros anos de vida, é fundamental que os nossos filhos pratiquem a convivência com outras crianças. É por meio dessa proximidade, com outros indivíduos iguais a eles, que os pequenos vão aprender a viver em sociedade e a desenvolver habilidades importantes, que vão desde a fala até a capacidade de compartilhar e de sentir empatia.

Mas quando começar a estimular essa convivência? Como fazer isso de forma saudável e natural? Confira algumas dicas e os primeiros passos agora mesmo!

Continue lendo

Como introduzir ensino bilíngue na rotina de crianças?

Quando pensamos em ensino bilíngue, é muito comum achar que será prejudicial para o desenvolvimento de crianças pequenas aprenderem dois idiomas ao mesmo tempo. Porém, essas crenças já foram quebradas e evidências mostram o contrário.

Pensando nas dúvidas mais comuns sobre o assunto, desenvolvemos este post. Aqui, você vai ver algumas vantagens do ensino bilíngue, além de 5 dicas de como introduzir o bilinguismo na rotina de seu filho. Ficou interessado? Então, acompanhe!

Continue lendo

Meu filho é tímido. E agora? – Parte II

Na parte I desse artigo, falamos sobre como o temperamento e o ambiente em que uma criança cresce influencia no desenvolvimento da timidez, e como os estilos de criação e o apego aos pais são aspectos-chave para determinar esse tipo de personalidade. Porém, como isso impacta no futuro?

0-24 meses

Você pode observar a timidez desde as primeiras fases da vida, na reação temperamental do seu bebê e na sensibilidade e resposta de vocês, como pais, enquanto cuidam dele. Quando uma criança tem reações emocionais negativas muito fortes, cuidar dela pode ser algo que exige demais e seus pais podem encontrar dificuldade para agir com sensibilidade e apoiá-la da forma adequada. Como resultado, isso faz com que a criança não desenvolva um apego seguro. Em vez disso, ela desenvolve um estilo de apego ambivalente, que a levará a temer a rejeição e o fracasso, e a ser incapaz de lidar com situações e desafios sociais. Além disso, pesquisas descobriram que as crianças com apego ambivalente têm maior probabilidade de se tornarem retraídas e inseguras quando crescem e começam a frequentar a escola.

Continue lendo

Aquecimento e esfriamento

O aquecimento prévio e o esfriamento após o exercício são mais importantes do que você pensa. Acabamos esquecendo disso, porque temos um estilo de vida acelerado em que cada minuto é programado com antecedência. Se este também for o seu caso, é muito provável que você pule o aquecimento e o esfriamento que sua rotina de exercícios exige e prefira ir direto para a atividade mais intensa desde o início.

Continue lendo

Minha rede de apoio durante o parto

Os sintomas de ansiedade são frequentes durante a gravidez e ainda mais à medida que a reta final se aproxima. É fato que, em qualquer internação, o momento de maior ansiedade é justamente a espera pelo procedimento. As pessoas têm medo da dor, do desconhecido, de depender de estranhos, de complicações que podem ocorrer e de possíveis mudanças no corpo. Por esta razão, é muito importante aprender a utilizar os nossos recursos emocionais para nos adaptarmos às situações e ter uma rede de apoio que nos acompanhe.

Continue lendo