X
X

A criação excessivamente reativa pode prejudicar a criança. Entenda!

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Como todos nós sabemos, criar nossos filhos não é uma tarefa fácil. Os pais frequentemente se envolvem em situações em que sentem a necessidade de ficar bravos com seus filhos, para que eles possam aprender o que é certo e o que é errado. Além disso, muitos pais estão tão preocupados em ser bons pais, que se esquecem do que é mais importante: ajudar seus filhos a controlar suas emoções, para que possam ser felizes. Pais que ficam constantemente bravos com seus filhos e reagem excessivamente às situações podem não estar ajudando seus filhos, apesar de acharem que estão.

De acordo com a Teoria de Aprendizagem Social de Albert Bandura, as crianças observam como os outros indivíduos se comportam, incluindo seus pais, e podem vir a imitar esses comportamentos no futuro. Assim que os bebês nascem, eles começam a decifrar seu mundo social e a aprender tudo sobre ele. Os pesquisadores descobriram que os bebês que têm pais que reagem exageradamente e estão sempre bravos tendem a se comportar mal e a ficar chateados com uma frequência maior.

X
banner kinedu desenvolvimento

Em um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual do Oregon, no qual dados de 361 famílias vinculadas à adoção foram coletados, as crianças dessas famílias foram estudadas e acompanhadas dos 9 aos 27 meses de idade. O estudo mostrou que os pais adotivos que tinham reações exageradas quando seus filhos cometiam erros ou se comportavam mal geraram efeitos negativos significativos sobre eles. Por exemplo, seus filhos se comportaram mal com uma frequência maior, e ficaram mais irritados, em comparação a outras crianças de 2 anos de idade.

É normal que as crianças com 2 anos de idade se comportem mal e fiquem aborrecidas. No entanto, se o seu filho tiver um aumento em suas emoções negativas enquanto é mais novo, isso poderá afetar na quantidade de problemas comportamentais que ele terá ao chegar aos 2 anos de idade.

Hoje sabemos que a transição entre os 12 e 24 meses de idade pode ser realmente desafiadora, porém, tem um grande impacto no desenvolvimento futuro da criança. As crianças tendem a apresentar emoções negativas e problemas de comportamento, mas os pais podem influenciá-las de forma positiva. Como? Não exagerando em suas reações ou ficando bravos facilmente. Lembre-se, os bebês são seres humanos que também cometem erros. Então, na próxima vez que seu bebê jogar o prato de sopa no chão sem querer, pense antes de ficar brava com ele.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!