X
X

Adoçantes artificiais: É seguro ingerir durante a gravidez?

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Os substitutos não calóricos do açúcar, também chamados de adoçantes artificiais, são uma boa alternativa ao açúcar e outros adoçantes de alto teor calórico, como o xarope de milho. Durante a gravidez, eles podem ajudá-la a lidar com os desejos por doces e impedir que o seu bebê desenvolva diabetes gestacional. No entanto, você deve usá-los com moderação, porque ainda não foi comprovado se o seu uso durante a gravidez tem efeitos adversos a longo prazo. A maioria é segura, mas tente não consumi-los diariamente. Aqui está uma lista dos substitutos de açúcar mais comuns e o quanto são seguros:

• Stevia: o novo substituto do açúcar no mercado. A Food and Drug Administration (FDA, o órgão responsável pela administração de alimentos e medicamentos nos Estados Unidos) considera que seu consumo é seguro na apresentação processada, mas não recomenda o uso em estado natural (folha inteira ou em pó). Em estudos com animais, a Stevia não foi tóxica para embriões de ratos e não teve efeitos adversos em ratas grávidas, mas os efeitos da Stevia na gravidez humana ainda precisam ser estudados. Recomendamos que você converse com o seu médico para descobrir a opinião dele, pois muitos não recomendam o consumo.

• Sucralose (marca: Linea): A FDA aprovou o consumo deste substituto do açúcar durante a gravidez. É uma alternativa muito boa. Pode ser usado para adoçar bebidas e até para cozinhar ou assar. Consuma com moderação, uma vez que os alimentos que contêm este adoçante nem sempre são os mais saudáveis. De preferência, coma frutas doces e legumes frescos.

X
banner kinedu prenatal pt

• Aspartame (marcas: Zero-Cal, Gold, Finn): Este adoçante artificial é muito controverso. Muitos especialistas afirmam que ele é inofensivo, enquanto outros dizem que o uso é perigoso para a população em geral. No entanto, a FDA liberou para mulheres grávidas, mas seu consumo durante a gravidez deve ser limitado a um máximo de uma ou duas colheres de chá por dia. Tudo bem beber uma lata de refrigerante diet de vez em quando, mas não é recomendado que se tome muito ou diariamente. Lembre-se também de que você não deve consumir nada com aspartame se sofre de fenilcetonúria (uma condição médica rara).

• Acessulfame-K: Este adoçante artificial é frequentemente utilizado em gelatinas, gomas de mascar, bebidas engarrafadas e alguns bolos. A FDA aprova para consumo durante a gravidez, mas com moderação. Não é comum encontrá-lo em embalagens individuais para adoçar bebidas, então é melhor ficar atenta os ingredientes dos alimentos processados ou dar preferência aos alimentos naturais.

• Sacarina (marcas: Adocyl, Tal & Qual, Doce Menor): A FDA liberou este adoçante, mas obstetras e ginecologistas não aprovam, pois há estudos que demonstram que ele causa câncer em ratos. Outros estudos descobriram que a sacarina pode atravessar a placenta e atingir diretamente o bebê, que a digere muito mais devagar que a mãe. Então, se sua única opção de adoçante é a sacarina, é melhor evitar completamente o consumo.

Lembre-se de consultar o seu médico sobre adoçantes artificiais antes de consumi-los. Não se esqueça de usá-los com moderação e não abusar destes produtos, não só por razões de saúde, mas porque quanto mais doces você come, menos espaço está deixando para alimentos mais nutritivos.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!