X
X

Algumas verdades sobre a hora da refeição

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Eu adoro pesquisar e compartilhar informações sobre comida! Existem vários mitos em torno dos alimentos que não são verdadeiros ou estão desatualizados. Quanto mais os pais estiverem bem informados, mais eles irão promover o desenvolvimento de seus filhos. Alguns dos fatos que vou compartilhar com vocês hoje foram elaborados pela Dra. Kay Toomey em seu programa SOS Approach to Feeding. Se o seu filho tiver dificuldades na hora das refeições, consulte o seu pediatra ou procure um especialista.

FATO 1: Brincar com a comida é bom!

As crianças aprendem brincando! A brincadeira é uma experiência multissensorial e divertida que ajuda as crianças a aceitarem melhor novos alimentos. É importante que o seu filho sinta, veja, ouça e cheire os alimentos antes de experimentá-los. Quando você for introduzir um novo alimento, utilize uma brincadeira, assim seu bebê se sentirá seguro, confiante e animado. Mesmo que seu filho não queira experimentá-lo, continue brincando com a comida. Uma boa maneira de fazer isso é cozinhar junto com ele ou brincar na cozinha.

FATO 2: As crianças não precisam necessariamente comer 3 vezes ao dia.

As crianças têm estômagos menores e períodos de atenção muito mais curtos. Esses fatores tornam as refeições longas um desafio para pais e filhos. Portanto, eu recomendo fazer refeições mais curtas, com uma duração aproximada de 20 minutos. Se o seu filho fica distraído e leva muito mais tempo, considere fazer 4 ou 5 refeições mais curtas por dia, em vez das 3 habituais.

X
banner kinedu saúde

FATO 3: Comer é complicado.

Comer não é fácil, pois requer a coordenação de todos os sentidos e dos músculos, e a utilização de vários órgãos. Há quem pense que comer é algo instintivo, mas isso só é verdade após os primeiros seis meses de vida! Depois disso, comer se torna um comportamento motor aprendido. É por isso que é tão importante e útil estabelecer rotinas para a hora da refeição. As crianças ficam mais dispostas quando sabem o que vão fazer e o que se espera delas.

FATO 4: Não há alimentos exclusivos para o café da manhã, o almoço ou o jantar.

A divisão bem distinta de tipos de comida para cada refeição é algo cultural. Comida é comida. Prepare o que for mais prático e o que o seu filho preferir. Se ele gosta de pratos que são considerados típicos do jantar, não importa – você também pode servi-los no café da manhã ou no almoço. O importante é fornecer uma dieta equilibrada com os alimentos que ele gosta. Esqueça se eles são apropriados para uma determinada hora do dia ou não.

FATO 5: Nem todos os copos de treinamento são iguais.

Os copos de treinamento que requerem sucção similar à da mamadeira promovem um padrão imaturo ao engolir, causam problemas dentários, levam à respiração com a boca aberta e ao posicionamento avançado da língua, que pode afetar a fala. É mais aconselhável utilizar copos com canudos ou copos antivazamento (como os copos 360º). As crianças já podem começar a beber em copos abertos a partir dos 6 meses de idade, embora isso seja uma decisão individual. Por exemplo, eu costumo usar copos descartáveis pequenos ou copos de shot de plástico, pois eles são ideais para mãos pequenas e servem como treinamento para beber em copos abertos grandes.


Molly Dresner é patologista e terapeuta da linguagem com base em Nova York. Ela recentemente publicou seu livro The Speech Teacher’s Handbook, um guia interessante com dicas práticas e atividades simples para os pais ajudarem seus filhos.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!