X
X

Alterações no cérebro durante a gravidez

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Estudos demonstraram que os cérebros das mulheres mudam durante a gravidez. Cada mudança tem um propósito específico. Uma dessas mudanças é que o cérebro tem seu tamanho reduzido em aproximadamente 7%, o que pode estar relacionado a mudanças estruturais ou novas conexões neurais.

Pesquisas mostraram que as áreas responsáveis pelo afeto são ativadas, e as responsáveis pelo julgamento são desativadas. É por isso que as mães são menos propensas a julgar seus filhos. Muitas mulheres grávidas se sentem mais distraídas durante a gravidez. No entanto, estudos mostraram que a maternidade estimula a inteligência; portanto, uma mulher que está grávida experimenta mudanças positivas. De acordo com especialistas, a distração resulta do fato de a gestante prestar mais atenção ao que está fazendo e, portanto, ser capaz de notar mais essas distrações.

X
banner kinedu prenatal pt

Alterações hormonais são bastante evidentes durante a gravidez. O aumento dos níveis de progesterona reduz a produção de cortisol, que protege o bebê de ser afetado pelo estresse da mãe. Além disso, o aumento dos níveis de ocitocina ajuda a criar confiança e laços afetivos entre a mãe e o bebê. Os níveis de ocitocina aumentam durante o parto para diminuir a dor, e durante a amamentação para fornecer leite ao bebê.

Como se essas mudanças não fossem suficientes, os sentidos de alerta, como o olfato e a audição, ficam mais aguçados durante e após a gravidez. Isso ajuda a mãe a distinguir o choro de seu bebê de outros, e a perceber quando ele está em perigo.

Cada uma dessas mudanças no cérebro permite que a mãe seja capaz de cuidar melhor do seu bebê. O apego e a conexão entre a mãe e o bebê têm início durante a gravidez, e aumentam à medida que o bebê nasce e cresce.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!