X
X

As cinco linguagens do amor

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

A dinâmica familiar com a qual você estava acostumada provalvemente deu um giro de 180º nos últimos meses. Um recém-nascido quase sempre tem um impacto (especialmente no começo) no relacionamento com seu parceiro. Se forem pais de primeira viagem, a transição da lua de mel para a hora de trocar fraldas pode ser difícil. Se você já passou por isso antes, sabe melhor do que ninguém que trazer uma nova pessoa para o mundo (por menor que ela seja) inevitavelmente mudará as coisas entre vocês dois. Preparar seu relacionamento para essa grande mudança é tão importante quanto se preparar para a chegada do bebê. Vocês podem se incomodar com mais frequência ou preferir dormir ao invés de passar um tempo juntos ou algo mais íntimo. Com horários caóticos, as pequenas coisas são as que são esquecidas primeiro.

O livro de Gary Chapman, As 5 Linguagens do Amor (Five Love Languages), tornou-se popular há vários anos e afirma que as pessoas “falam” línguas diferentes de amor. Cada um de nós expressa e percebe o amor dos outros de uma maneira diferente. O que a teoria sugere é que os casais aprendam o idioma que cada um fala e ajuste o tipo de sinal que dão para seus parceiros.

Segundo o autor, existem cinco maneiras pelas quais as pessoas expressam e percebem o amor:

• Qualidade de tempo: você se sente amado quando seu parceiro lhe dedica toda a atenção (uma refeição sem usar o celular).

X
banner kinedu prenatal pt

• Formas de servir: você valoriza os pequenos gestos que seu parceiro faz por você (como colocar roupas para lavar ou cozinhar algo que você gosta).

• Palavras de afirmação: expressar ou sentir amor através de elogios e palavras de apreço.

• Receber presentes: você se sente amado quando seu parceiro pensa em você e lhe traz algo (o presente é algo simbólico, um sinal de que ele se lembrou de você naquele dia. O importante é o gesto, não o preço).

• Toque físico: você se sente amado quando estão de mãos dadas, abraçados ou se tocam.

Quanto mais cedo você descobrir que língua você fala e qual o seu parceiro está falando, mais cedo vocês podem fortalecer o vínculo que os une. Talvez seu parceiro goste de receber elogios ao invés de ter ajuda nas tarefas. Tente incluir essa linguagem de amor em suas ações e veja como o relacionamento entre ambos é fortalecido e fica melhor preparado para receber o bebê.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!