X
X

Comer sozinho é mais complexo do que se imagina. Entenda como ajudar!

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Derramar líquidos por conta própria usando as duas mãos ou cortar a comida e comer sozinho usando um garfo é muito mais complexo do que apenas ter força muscular e coordenação das mãos e dedos para segurar um copo ou talheres. Além das habilidades físicas necessárias, para comer de forma independente, a criança precisa da capacidade visuoespacial para identificar onde a comida e os talheres estão em relação ao seu corpo, especialmente as mãos e a boca, e coordenar os movimentos necessários para comer.

Entre os 3 e os 4 anos, as crianças desenvolvem continuamente a capacidade de organizar as informações que recebem através dos olhos, interpretá-las de acordo com o contexto em que se encontram, compará-las com experiências anteriores e integrá-las eficientemente aos movimentos corporais.

X
banner kinedu desenvolvimento

Se o seu filho ainda for muito pequeno, você notará que, a princípio, ele não mede bem a força de que precisa para segurar um garfo com a mão, e pode derrubá-lo com a comida ou segurá-lo com tanta força, que movê-lo se torna muito difícil. Mesmo que ele se esforce muito para comer sozinho e pegar o garfo, você verá que, às vezes, ele falha ao tentar levar a comida até a boca.

Leve em conta a complexidade da tarefa que o seu filho está realizando e ajude-o a desenvolver a coordenação olho-mão, dando-lhe, desde cedo, alimentos que ele possa segurar com a mão, talheres infantis, copos com alça e pratos que se prendem à mesa sempre que possível. E o mais importante de tudo, incentive o seu filho a tentar ser o mais independente possível e apoie-o quando ele se sentir frustrado.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!