X
X

Como ajudar seu filho a desenvolver a autoconsciência

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

À medida que o seu filho deixa de ser um bebê e passa a ser uma criança em idade pré-escolar, você notará, entre outras coisas, mudanças muito importantes em suas habilidades de autoconsciência. Em outras palavras, ele será capaz de dizer e entender o significado do próprio nome, idade e sexo, assim como conhecer melhor o que ele gosta e o que não gosta. As habilidades de autoconsciência do seu filho são aquelas que, no futuro, permitirão que ele entenda que é uma pessoa completa, única e independente, com seus próprios pensamentos e emoções. Esse conjunto de habilidades é crucial para estabelecer e manter relacionamentos interpessoais e levar uma vida feliz e saudável.

Em 1991, o professor Jerome Kagan, da Universidade de Harvard, publicou um artigo na revista Developmental Review sobre como as crianças desenvolvem o conceito da própria identidade. Nele, o professor estabelece que o autoconhecimento é o nosso entendimento de que somos um ser humano independente, com corpo, mente e ações que são separadas daquelas realizadas por outras pessoas. À medida que se aproximam dos quatro anos de idade, as crianças trabalham para desenvolver a autonomia, conforme estabelecido pelas etapas de desenvolvimento psicossocial propostas por Erick Erickson na década de 1950.

Aqui estão algumas dicas que ajudarão você a exercitar as habilidades de autoconsciência do seu filho:

X
banner kinedu desenvolvimento

– Preste atenção, aceite a grande variedade de emoções que o seu filho sente e ajude-o a processá-las.

– Ajude-o a entender a relação que existe entre como ele se sente e o que ele está fazendo.

– Seja um exemplo de empatia, liberdade de expressão e comunicação.

– Nomeie as emoções. Elas são complexas e, à medida que as crianças em idade pré-escolar começam a entender o significado delas, precisam de ajuda para identificá-las. Ficar triste porque choveu e não conseguiu sair para brincar é muito mais fácil de assimilar do que apenas se sentir mal e não ter o vocabulário necessário para entender o que está sentindo.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!