Em suas aventuras como mãe ou pai, você irá se deparar com uma grande variedade de momentos típicos infantis que se resumem, basicamente, a um fator: o autocontrole – ou, na maioria das vezes, a falta dele. Primeiro, quando falamos de autocontrole, estamos nos referindo à habilidade de inibir impulsos fortes (como fugir ou morder um amigo). Por outro lado, a autorregulação tem a ver com a redução da frequência e da intensidade desses impulsos por meio de sua administração adequada (por exemplo, a capacidade de resistir aos doces). De certo modo, a autorregulação é o que torna o autocontrole possível. Então, o que podemos fazer para ensinar aos nossos filhos esse conjunto de habilidades tão importantes?

banner kinedu desenvolvimento

O desenvolvimento do autocontrole começa no nascimento e continua ao longo de toda a vida. Ele é fundamental para ajudar seu bebê a ter sucesso na escola, em seu ambiente social e em seu desenvolvimento como um todo. O autocontrole ajudará o seu filho a aprender a cooperar, a lidar com a frustração e a resolver os conflitos adequadamente. Quando se trata dessas habilidades, são as simples interações cotidianas que os pais têm com seus filhos que mais importam:

  • Para um recém-nascido, tudo gira em torno da segurança, dos abraços, do conforto e de ter suas necessidades prontamente atendidas. Cada vez que o seu bebê sente um desconforto, ele aprende que essa sensação eventualmente passará. Com a sua ajuda, seu bebê poderá desenvolver essa capacidade e aprender a tirar um tempo para pensar, planejar e apresentar uma resposta adequada a qualquer desafio.
  • Para um bebê em crescimento, apresentar soluções para um conjunto de regras pode fazer toda a diferença. Se, por exemplo, o seu filho estiver brincando com algo que ele não deveria, simplesmente diga: “Isto não é um brinquedo, que tal você brincar com isso (um brinquedo) em vez disso (o objeto “proibido”)?”. Ao apresentar uma alternativa ao seu bebê, ele aprenderá boas maneiras, lidando com a decepção ao aceitar segundas opções ou soluções alternativas.
  • Para uma criança, uma explicação calma quando houver uma explosão de emoções (quase todos os dias!) pode ser tudo o que ela precisa para aprender a se acalmar sozinha, administrar e expressar suas emoções, de modo a aprender a fazer escolhas comportamentais adequadas no futuro. Explicar por que não é uma boa hora para comer doces – ao invés de simplesmente tirá-los do seu filho – pode fazer maravilhas.

Por trás do autocontrole e da autorregulação, uma enorme quantidade de habilidades de raciocínio estão trabalhando para ajudar seu filho a decidir exatamente em que impulsos agir. Então, mesmo que o seu filho ainda não siga regras (ele provavelmente desenvolverá essa capacidade por volta dos 3 anos), as expectativas precisam ser estabelecidas desde cedo. Seu bebê está constantemente aprendendo com as suas dicas, então certifique-se de ser clara e dar o exemplo!