X
X
conjuntivite em bebê

Conjuntivite em bebê: causas, sintomas e tratamento

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

O seu filho está com os olhos rosados, coçando ou lacrimejando? Em caso positivo, ele pode estar com conjuntivite.

O que é conjuntivite?

Esse nome pode soar um pouco assustador, mas, na verdade, é a infecção ocular mais comum entre as crianças. É uma infecção da conjuntiva, a membrana que reveste os olhos e as pálpebras. O principal sintoma da infecção é quando a parte branca do olho fica rosada ou avermelhada, à medida que os vasos sanguíneos do olho ficam inflamados. Você também poderá perceber que o seu filho tem secreções secas ao redor das pálpebras ou algum inchaço.

Tipos de conjuntivite

É importante citar que nem todas as infecções devem ser tratadas da mesma forma. Existem três tipos de conjuntivite: a viral, a bacteriana e a alérgica. Confira abaixo as características de cada uma delas:

  • A conjuntivite viral é causada por um vírus, e é muito contagiosa. Lembre-se de lavar delicadamente os olhos do seu bebê com água morna e esfregar qualquer corrimento seco.
  • A conjuntivite bacteriana é causada por bactérias, e é contagiosa. Se não for tratada, pode causar sérios danos aos olhos.
  • A conjuntivite alérgica (ou ambiental) é causada por irritantes oculares, como pólen, pelos de animais ou poeira. Esse tipo pode ocorrer sazonalmente ou durante todo o ano.

É importante notar que, embora a conjuntivite alérgica não seja contagiosa, a viral e a bacteriana são – e podem ser facilmente transmitidas pela tosse, pelo espirro e pelo contato com das mãos com os olhos. Então, lembre-se de conversar com o seu pediatra.

X
banner kinedu saúde

Leve em conta que nem toda conjuntivite é tratada da mesma maneira, já que existem três tipos de conjuntivites e vários tipos de tratamento.

  • Dica: se você for pingar o colírio e os olhos do seu bebê estiverem fechados, a melhor coisa a fazer é mirar no canto interno do olho. Dessa forma, quando ele abrir os olhos, o remédio entrará.

Sintomas de conjuntivite

Há também diferenças nos sintomas, de acordo com o tipo de conjuntivite. Sim, o primeiro sintoma da conjuntivite é a aparência rosada do olho. Fora isso, os sintomas dependem do tipo de conjuntivite. Confira:

  • Conjuntivite viral – você notará que seu filho tem sensibilidade à luz, além de coceira e lágrimas nos olhos. Também acompanha sintomas de resfriado. Lembre-se de que esse tipo é altamente contagioso e pode se espalhar ao tossir ou espirrar.
  • Conjuntivite bacteriana – você notará uma secreção pegajosa e amarelada ou esverdeada no canto do olho do seu filho. É contagiosa, e geralmente é transmitida por meio do contato direto com as mãos infectadas ou objetos que tocaram o olho (como travesseiros, toalhas, lenços, etc.).
  • Conjuntivite alérgica (ou ambiental) – geralmente apresenta coceira e lágrimas nos olhos, e é frequentemente acompanhada por congestão e corrimento nasal. O bom é que não é contagiosa!

Outra pista a ser observada é que, ao contrário da conjuntivite alérgica, em que ambos os olhos são afetados, as conjuntivites viral e bacteriana infectam apenas um olho no início, levando vários dias para infectar o outro.

Prevenção da conjuntivite em bebê e criança

Para evitar a conjuntivite, confira estas dicas:

  1. Use sabonete antisséptico para limpar as suas mãos e as do seu bebê com frequência;
  2. Evite que seu filho toque os olhos;
  3. Não compartilhe itens pessoais do seu filho, como toalhas, lenços de papel ou travesseiros;
  4. Lave as toalhas, as roupas e os lençóis do seu filho em água quente, e separadamente do resto da roupa da família;
  5. Limpe as superfícies, como bancadas, banheiros, torneiras e telefones frequentemente com produtos antissépticos;
  6. Se seu filho tiver predisposição à conjuntivite alérgica, mantenha as portas e as janelas fechadas quando houver muito pólen no ar. Para evitar desencadeantes de alergia em casa, passe o aspirador frequentemente para evitar acúmulos de poeira.

Se você acha que seu filho está com conjuntivite, entre em contato com o pediatra para identificar a causa e tratá-la adequadamente. Se ele não melhorar em 3 a 4 dias após o tratamento ou após uma semana sem tratamento, leve-o ao consultório. Para evitar que esse tipo de infecção se espalhe, você precisará lavar as mãos toda vez que terminar de cuidar dos olhos do seu bebê. Lembre-se de manter as toalhas, as roupas e os lençóis do seu filho separados, e lavá-los regularmente!

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!

1 comentário em “Conjuntivite em bebê: causas, sintomas e tratamento”

  1. Pingback: Conjuntivite: causas, sintomas e tratamento - PreviMae

Comentários encerrados.