Cortes e arranhões são bastante comuns em crianças pequenas. Se o seu filho cair e se cortar, não há necessidade de entrar em pânico. A maioria dos cortes é superficial e danifica minimamente a camada externa da pele. Neste caso, um abraço, um beijo e a limpeza adequada da área afetada com água e sabão são as melhores formas de confortar o seu bebê.

Em alguns casos, uma queda ou um objeto pontiagudo podem provocar um corte mais profundo. Se isso ocorrer, lembre-se de ficar calma. As dicas a seguir ajudarão você a cuidar do corte adequadamente enquanto identifica se há necessidade de entrar em contato com o seu médico ou ir ao pronto-socorro.

App Kinedu Desenvolvimento do bebePowered by Rock Convert

O que fazer?

  • Aplique pressão na área afetada para parar o sangramento. Certas partes do corpo são mais propensas a sangrar e exigem a aplicação de pressão por 10 minutos;
  • Depois de aplicar pressão, lave bem o corte com sabão e água morna;
  • Se você considerar necessário, aplique um creme antibiótico recomendado pelo seu médico na área afetada;
  • Tampe o corte ou o arranhão com um curativo ou gaze, se necessário;
  • Se a ferida for grande ou ficar suja, limpe-a todos os dias, aplique pomada e cubra-a com um novo curativo ou gaze;
  • Quando a ferida começar a fechar, deixe-a cicatrizar sem cobertura.
  • O que não fazer?
  • Não use álcool ou água oxigenada no machucado. Além de causar dor, pode danificar a pele;
  • Certifique-se de não expor o corte à luz solar direta, pois isso pode criar uma cicatriz aparente;
  • Não use sabonete esfoliante ou perfumado na ferida. Ao invés disso, use um sabão neutro suave;
  • Não beije a ferida, para evitar a transmissão de germes;
  • Por fim, deixe a casquinha da ferida cair sozinha. Cutucá-la poderá deixar uma cicatriz na pele.
  • Quando entrar em contato com o médico ou ir ao pronto-socorro?
  • Na hora do acidente:
  • Se o sangramento não parar apesar de você aplicar pressão direta na área afetada por 10 minutos;
  • Se a ferida tiver alguma sujeira que não possa ser limpa;
  • Se o corte estiver muito aberto;
  • Se o corte for profundo ou se ossos ou tendões estiverem expostos.
  • Depois de cuidar do corte:
  • Se o corte parecer infectado (por exemplo, se há pus);
  • Se o inchaço e a dor aumentarem depois de 48 horas;
  • Se a ferida não estiver cicatrizada depois de 10 dias.

Esperamos que não haja necessidade de entrar em contato com o seu médico, e que os acidentes que seu filho venha a sofrer sejam mínimos. Confie nos seus instintos para lidar com a situação e saber como cuidar adequadamente do seu filho.