Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Dicas para ter conversas significativas com o seu filho

Você certamente conversa com o seu filho todos os dias, alguns até dirão que você fala com ele o dia todo! Mas essa fala é realmente uma conversa? Uma conversa envolve a troca recíproca de ideias entre duas ou mais pessoas. Se o seu filho disser alguma coisa, primeiro ouça-o. Depois, responda enquanto ele presta atenção. Dê a ele tempo para formular a resposta e assim por diante, em uma comunicação de mão dupla. As conversas podem ser sobre qualquer coisa, desde o personagem favorito dele até os planos de vocês para o fim de semana. O mais importante é conversar com o seu filho, e não ter um monólogo com ele.

Ter conversas significativas aumentará a confiança e a autoestima do seu filho, porque ele saberá que você se importa e que está interessado em conhecer as ideias e emoções dele. Ele também aprenderá a se comunicar de maneira eficaz, enquanto expande o vocabulário e desenvolve as habilidades linguísticas. Aqui estão algumas dicas para as conversas fluírem:

– Quando estiver falando com o seu filho, evite qualquer tipo de distração (incluindo o celular!). Dedique toda a sua atenção à conversa.

– Se estiver fazendo alguma coisa e o seu filho quiser lhe dizer algo, tente parar o que está fazendo para ouvi-lo. Prestar atenção por alguns minutos fará toda a diferença.

X
banner kinedu desenvolvimento

– Seja paciente. Dê tempo para ele responder. Permanecer em silêncio permitirá que ele organize as ideias e responda adequadamente.

– Dedique uma parte do dia para ter uma conversa significativa. Por exemplo, vocês podem falar sobre o que fizeram naquele dia durante a rotina de se preparar para dormir.

– Fique atenta à linguagem corporal e às expressões faciais do seu filho para entender melhor o que ele está dizendo.

– Respeite as ideias e emoções dele. Independentemente de você achar que está certo ou errado, ouça e responda, deixando claro que está ouvindo o que ele tem a dizer.

– Faça perguntas abertas que exijam uma resposta diferente de “sim” ou “não”. Faça o mesmo quando responder, praticando as respostas explicativas.

Artigos Relacionados

Quer receber outros conteúdos
como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.