Ver seu bebê crescer e atingir os marcos de desenvolvimento pode ser muito empolgante! Mas, no momento em que você perceber que seu pequeno está começando a engatinhar, você saberá que a verdadeira diversão está prestes a começar! Enquanto vocês vivem esse momento empolgante, algumas perguntas podem surgir.

Confira nossas respostas para as perguntas mais frequentes sobre engatinhar

Quando meu bebê deve começar a engatinhar?

Normalmente, os bebês engatinham por volta de oito a dez meses de vida, mas, em torno dos seis meses, a maioria deles começa a tentar se movimentar. Quando os bebês descobrem como fazer o movimento de engatinhar, eles, às vezes, vão primeiro para trás, e depois, aprendem a engatinhar para frente.

É importante lembrar que cada bebê é único, e desenvolverá suas habilidades em diferentes estágios – alguns mais rapidamente que outros. (Nota: Se seu bebê nasceu prematuramente, ele provavelmente levará mais tempo do que os outros para começar a engatinhar).

O processo de aprender a engatinhar é, na verdade, bastante complexo. Os bebês precisam coordenar seus braços e pernas, e desenvolver força muscular em seus braços, ombros e pernas para suportar seu peso. Porém, aprender a engatinhar não só estimulará a coordenação motora grossa, mas também desenvolverá diferentes habilidades, como o equilíbrio, a consciência espacial e a confiança.

Está tudo bem com o meu bebê se ele engatinha de um jeito diferente dos outros bebês?

Na verdade, os especialistas dizem que não há uma maneira “certa” de engatinhar. O processo de aprender a engatinhar é diferente para cada bebê. Apenas lembre-se de que seu filho vai encontrar sua maneira única de fazer isso, e a parte importante é que ele seja capaz de se movimentar e explorar seu entorno.

banner kinedu desenvolvimento

Estes são alguns estilos diferentes que seu bebê pode usar para engatinhar:

  • O clássico – Seu bebê move um braço e o joelho oposto para frente simultaneamente.
  • O caranguejo – Ele dobra um joelho e estende a perna oposta para avançar.
  • A barriga – Seu bebê move o corpo para frente enquanto arrasta a barriga contra o chão.
  • Rolando – Seu bebê rola de um lugar para o outro – afinal, quem precisa engatinhar quando rolar pode levá-lo onde quiser?
  • O urso – Parece a forma tradicional de engatinhar, mas seu bebê mantém os cotovelos e os joelhos esticados, caminhando sobre as mãos e os pés como um urso.
  • A moto – Seu bebê desliza sobre a parte inferior, usando os braços para se mover para a frente.

Meu bebê não começou a engatinhar. Devo me preocupar com isso?

Engatinhar é considerado um importante marco do desenvolvimento na vida de um bebê. No entanto, nem todos os bebês vão engatinhar ou até mesmo precisar engatinhar. Na verdade, a ação de engatinhar não está listada no “Teste de Mapeamento de Desenvolvimento de Denver”, uma ferramenta usada por pediatras para medir o desenvolvimento das crianças. Estudos mostraram que o engatinhar não parece ser preditivo de outros marcos do desenvolvimento, como levantar e andar. 

Mas, embora engatinhar não seja crucial, e alguns bebês possam pular completamente essa etapa, se o seu bebê tem mais de um ano e não engatinha, não tem energia para se locomover ou não consegue sustentar a cabeça, rolar, sentar-se ereto ou sustentar seu peso corporal, peça para que o seu pediatra faça uma avaliação do desenvolvimento dele.

E quanto à segurança do meu bebê?

Seu bebê já se movimenta por aí? Então, pode ser que você queira certificar-se de que sua casa esteja segura para ele. Engatinhe pela casa e verifique se há potenciais perigos no nível que ele conseguiria alcançar. Lembre-se de checar tomadas elétricas e cabos, materiais de limpeza e quinas de móveis. É muito importante que seu bebê tenha um ambiente seguro para brincar e explorar! 

O que posso fazer para ajudar meu bebê?

Um ponto que todos os especialistas concordam é a importância de deixá-lo de bruços, assim, ele poderá desenvolver a força muscular de seus ombros, braços, costas e tronco, necessária para que ele consiga engatinhar. Às vezes, você só precisa colocá-lo de bruços todos os dias e supervisioná-lo para que ele possa praticar a posição.

Você pode tentar incentivar seu bebê a pegar um brinquedo quando ele estiver de bruços. Lembre-se de que não há necessidade de empurrá-lo para que ele alcance seu brinquedo mais rapidamente.