A psicologia pré-natal se tornou uma disciplina científica em 1970, e, desde então, vários estudos foram realizados para aprender sobre os efeitos da estimulação pré-natal. Graças aos avanços tecnológicos, pudemos estudar com maior precisão o processo de gestação e os benefícios da estimulação pré-natal. Cientistas como Thomas Verny, Breatriz Manrique e René Van de Carr encontraram alguns resultados interessantes.

Verificou-se que, na 22ª semana, os bebês já são capazes de reagir aos movimentos do corpo e piscar os olhos quando a luz os atinge. Técnicas visuais são recomendadas para estimular a visão do seu bebê. Por exemplo, você pode estimular o seu bebê apontando uma lanterna em direção à sua barriga.

banner kinedu prenatal pt

Além disso, estudos descobriram que, ao tocar ou pressionar sua barriga, vibrações são geradas e sentidas pelos nervos da pele do seu bebê, aumentando a frequência cardíaca dele. Você pode usar técnicas táteis, como massagear sua barriga com diferentes texturas para estimular o tato do seu bebê.

Por fim, os bebês também podem desenvolver um senso de equilíbrio com as técnicas motoras. Estudos têm mostrado que, quando você fica em uma posição que altera o senso de equilíbrio do seu bebê, ele obtém as informações necessárias para desenvolver a percepção de equilíbrio e movimento.