Todos nós temos medo do desconhecido. Alguns mais do que outros, e mulheres grávidas (especialmente mães de primeira viagem) não são exceção. Técnicas de respiração e exercícios de Atenção Plena ajudarão a controlar seus medos e a diminuir os sintomas de depressão pré-natal ou pós-parto.

Agora que o nascimento do seu bebê é iminente, é hora de preparar o corpo e a mente. Ansiedade e medo são reações perfeitamente normais ao que você está vivenciando e à responsabilidade que isso acarreta. No entanto, é importante saber que esses sentimentos são o seu pior inimigo no momento do parto, porque aumentam sua resistência e, portanto, a dor e a duração do processo. Nós não queremos assustá-la, pelo contrário, queremos compartilhar algumas dicas para que você embarque nesta nova aventura enquanto está presente e cheia de confiança.

Dicas importantes para estar plenamente consciente e gerenciar a dor do parto

Lembre-se de que as contrações vêm e vão. Entre cada uma delas há um momento de calma. Tente permanecer no presente e respire profundamente para superar cada contração sem pensar no passado ou se preocupar com o que está por vir. É mais fácil dizer do que fazer, mas respirar pelo nariz e soprar lentamente o ar da boca ajuda a manter a calma durante momentos desagradáveis. Além disso, você descobrirá sua força e resiliência internas. O trabalho de parto é difícil, mas você conseguirá superá-lo com a ajuda de alguns exercícios de respiração.

Outra coisa importante que deve considerar é que você não pode controlar ou lidar com todos os aspectos do parto. Se, por alguma razão, as coisas não saírem como você planejou e seu parto natural virar uma cesariana, não se preocupe! Lembre-se de que o mais importante é cuidar da sua saúde e do bebê. É normal que você se sinta triste ou desapontada. Não esconda suas emoções, sinta-as naquele momento, depois respire para deixá-las ir embora e retorne ao presente. Seu bebê está prestes a nascer e você não pode perder esse momento! Tornar-se ciente da sua resistência e necessidade de controlar tudo lhe permitirá livrar-se desses sentimentos e aceitar a mudança de planos que a vida lhe apresentou.

Por fim, lembre-se de que a Atenção Plena é como surfar. Se você decidir pegar a onda (da experiência) ao invés de lutar contra ela, você se sairá melhor. Cada onda é única, mas aprender a entrar nelas e seguir o fluxo ajudará você a não se preocupar muito ou sentir raiva, ansiedade ou depressão por lutar contra a força do oceano. Você vai cair de vez em quando, mas se você se lembrar que cada onda (como muitas situações) é algo temporário, você será capaz de relaxar e parar de querer controlar tudo. Saber que a vida muda não apenas torna o parto mais suportável, mas também a prepara para a montanha-russa que é ser mãe.