X
X

O vírus Zika e sua gravidez

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

O vírus Zika é transmitido por mosquitos e, com razão, está na mira da mídia há vários anos. Grávidas devem ter muito cuidado com ele, pois acredita-se que este vírus cause defeitos congênitos, como a microcefalia. Esta é uma malformação congênita na qual a cabeça e o cérebro do bebê são menores que o normal e, consequentemente, o desenvolvimento do cérebro é prejudicado. Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) determinaram que, mesmo que o bebê não apresente sinais de microcefalia no nascimento, existe o risco de que ele a desenvolva mais tarde.

Os primeiros surtos de Zika aconteceram em maio de 2015 no Brasil. Desde então, o vírus chegou à América do Sul, México, Caribe, África e Estados Unidos. O perigo do Zika é que muitas pessoas não apresentam os sintomas imediatamente. Alguns deles são erupções cutâneas, febre, dor nas articulações, conjuntivite, dores musculares e de cabeça e vômitos.

Primeiramente, a melhor maneira de prevenir uma infecção é evitar viajar para lugares onde o vírus está presente. Se você mora em um desses lugares, listamos abaixo uma série de medidas preventivas que você pode seguir para cuidar da sua saúde e do bebê.

• Use repelente de insetos que contenha DEET. A Clínica Mayo afirma que os benefícios de evitar esta doença superam os riscos de uma pequena dose de DEET chegar à sua corrente sanguínea.

X
banner kinedu prenatal pt

• Evite sair de casa no “horário de pico” dos mosquitos (do entardecer ao nascer do sol).

• Se você estiver saindo neste horário, use mangas compridas, calças e meias (melhor prevenir do que remediar).

• Durma em quartos com mosquiteiros, feche as janelas e use ar condicionado.

Até o momento, não há cura para o vírus Zika. Fique atenta aos sintomas listados acima e se suspeitar que tenha sido infectada, procure o seu médico imediatamente para se certificar de que está tudo bem com a gravidez e o desenvolvimento do seu bebê.

Alguns fatores não estão sob o seu controle e podem colocar você em risco. O importante é estar atenta, ter cuidado e estar ciente da segurança e saúde do seu filho. Converse com o seu médico se estiver preocupada com esse vírus e quiser mais informações sobre como evitar se expor a ele.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!