Talvez você acabe comparando sua barriga com a de uma amiga que também está grávida ou, se você já tiver filhos, note algumas diferenças entre sua primeira gravidez e a atual. Você pode estar se perguntando o motivo do seu bebê estar chutando tão forte, pois o anterior deu apenas batidinhas bem leves, ou da sua barriga estar mais alta ou mais baixa do que a da sua amiga, ou de não estar com aquele desejo de comer manga com pimenta que você teve na primeira gravidez. Lembre-se de que cada criança é diferente, e o mesmo se aplica a cada gravidez! Há muitos fatores que contribuem para que as mulheres tenham experiências diferentes durante a gravidez, como vivências anteriores, fatores genéticos ou estilos de vida. Na verdade, a forma da sua barriga não é um indicador do que mais importa: a saúde do seu bebê. Se o seu médico estiver tranquilo, você pode ter certeza de que algumas diferenças entre e sua gravidez e as outras são perfeitamente normais.

banner kinedu prenatal pt

Diz-se que as crianças desfrutam de benefícios especiais ou vantagens de desenvolvimento graças à interação com seus irmãos, mas você sabia que isso também acontece na vida do bebê dentro do útero? Uma pesquisa do Departamento de Saúde Materna e Infantil da Universidade Johns Hopkins descobriu que o segundo ou os bebês subsequentes podem desenvolver uma maior experiência motora dentro do útero e, portanto, são crianças mais ativas. Isso acontece porque os bebês começam a explorar seus arredores desde muito cedo. Foi documentado que, durante o último trimestre da gestão, os bebês lambem a parede uterina e começam a caminhar pelo útero, empurrando com os pés. Como após a primeira gravidez, seu útero é maior e o cordão umbilical mais longo, seu próximo filho terá mais espaço para se mover!