X
X

7 formas criativas de estimular o raciocínio do seu filho no dia a dia

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

A Academia Americana de Pediatria (AAP) afirma que, entre 36 e 48 meses de idade, as crianças começam a desenvolver as habilidades de raciocínio conceitual. Elas são cruciais para aprender a categorizar as informações que recebem do mundo e organizá-las de acordo com as características de cada objeto.

Uma parte essencial do raciocínio conceitual é a capacidade de compreender as ideias matemáticas implícitas que existem por trás das diferenças, semelhanças e relações de mais ou menos. Nessa idade, uma criança se esforça para entender os conceitos de tamanho (grande x pequeno), distância (perto x longe), velocidade (rápido x devagar), altura (alto x baixo), peso (pesado x leve) e ordem (primeiro x último). Além de indicar essas características para que o seu filho comece a compreendê-las, é importante que você ofereça um suporte para que ele entenda os conceitos numéricos que organizam essas ideias.

Aqui estão algumas dicas e ideias para incluir os conceitos matemáticos implícitos em sua rotina diária ou quando você descreve algo que vê:

– Aponte os números em objetos do cotidiano, como telefones celulares, relógios, endereços ou placas de rua.

X
banner kinedu desenvolvimento

– Contem passos, árvores ou casas enquanto andam na rua.

– Faça um painel para marcar a altura do seu filho, descrevendo o que você está fazendo e dizendo como, conforme ele cresce, os números aumentam também.

– Quando cozinhar, deixe que seu filho ajude, colocando ou misturando os ingredientes sob sua supervisão. Descreva como medir ou a ordem em que os ingredientes devem ser adicionados.

– Fale sobre as atividades que acontecem em momentos específicos do dia, como “Quando está escuro lá fora, jantamos, e depois, vamos dormir”. Desta forma, você ajudará o seu filho a exercitar o conceito de tempo e progressão.

– Façam brincadeiras baseadas em conceitos como formas, cores ou tamanhos. Por exemplo, “Eu Espio”.

– Ofereça comida de formatos diferentes a ele, e ajude-o a perceber que o biscoito quadrado tem uma forma diferente das fatias de banana ou das tiras de queijo.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!