X
X
ficar de bruços bebê

A ciência por trás de ficar de bruços

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

É sabido que ficar de bruços frequentemente é essencial para o desenvolvimento da força e das habilidades motoras de que o seu bebê precisa para alcançar as coisas, virar, sentar e engatinhar. O que muita gente não sabe é que ficar de bruços também é crucial para o desenvolvimento do cérebro. Isso foi estudado e comprovado por psicólogos e neurocientistas nas últimas décadas. Exercícios e movimentos feitos nessa posição, incluindo levantar a cabeça, virar, empurrar o corpo para cima, alcançar objetos, se arrastar e engatinhar, ajudam a desenvolver as áreas inferiores do cérebro.

No entanto, nos últimos anos, o tempo que os bebês passam de bruços tem diminuído devido a novos acessórios para bebês, como cadeiras, moisés e balanços, que os novos pais compram com entusiasmo. Para muitos pais, esses novos acessórios mantêm o bebê protegido dos germes que podem encontrar no chão ou fora de casa; para outros, eles representam uma pausa em carregar ou embalar o bebê. Para o seu pequeno, esses aparatos podem parecer mais divertidos e dinâmicos do que brincar no chão, mas eles têm seus contras. Isso não significa que você deve se livrar desses acessórios; não há problema em usá-los se você estiver estimulando o desenvolvimento do cérebro do seu bebê, certificando-se de que ele passe algum tempo brincando de bruços.

Vamos falar sobre o cérebro

O cérebro é o órgão mais complexo do corpo humano, e uma das partes mais importantes é o tronco cerebral (ou tronco encefálico).

Quando um bebê nasce, a primeira parte do cérebro que se desenvolve é o tronco cerebral. Entre outras funções, o tronco cerebral é crucial para a regulação das emoções, regulação do corpo, funções visuais e verbais, planejamento motor e coordenação motora. Embora o tronco cerebral seja a primeira parte a se desenvolver, a maturação cerebral é um processo natural que os pais podem apoiar e otimizar. Os especialistas concordam que, de uma perspectiva neurológica, a posição mais importante para o bebê é ficar de bruços no chão.

Como saber o que devo observar?

Durante a infância, as áreas-base se desenvolvem por meio de movimentos como levantar a cabeça, alcançar objetos, rolar, se arrastar e engatinhar. Essas atividades são fundamentais para o desenvolvimento do cérebro, mas a melhor parte é que os bebês as fazem instintivamente. A maioria desses movimentos pode ser feita brincando no chão ou em qualquer superfície plana.

É importante que você não corra para segurar ou ajudar seu bebê quando o vir se esforçando para rolar ou virar. Seu filho não está apenas aprendendo uma habilidade física, mas também desenvolvendo partes críticas do cérebro.

X
banner kinedu desenvolvimento

Quanto tempo de bruços é suficiente?

Os bebês devem passar tempo suficiente de bruços para desenvolver os padrões cerebrais fundamentais, que estabelecem as bases para a aprendizagem, socialização, coordenação e comportamentos saudáveis.

Este é um guia simples sobre o tempo que o bebê deve passar de bruços por dia, de acordo com sua idade:

  • 0-3 meses: 30 minutos
  • 3-6 meses: 60 minutos
  • 6 meses ou mais: 90 minutos

Neste ponto, é provável que o seu bebê já esteja pronto para engatinhar!

É sempre bom ter em mente que a quantidade de tempo não precisa ser cumprida de uma vez; períodos curtos várias vezes ao dia até funcionam melhor.

Como incentivar seu filho a ficar de bruços

Embora ficar de bruços estimule o desenvolvimento de habilidades físicas e motoras, alguns bebês resistem a essa posição. Lembre-se de que seu bebê terá um desenvolvimento melhor se ele estiver se divertindo, então, veja algumas dicas para tornar esses momentos mais divertidos:

  • Quanto mais cedo você começar, melhor! Você pode começar apenas alguns dias após o nascimento, colocando seu bebê de bruços sobre o seu peito, para que ele se familiarize com a posição.
  • Coloque seu bebê em uma superfície macia, onde ele consiga se movimentar quando estiver pronto
  • Fique de bruços também, olhe para o seu bebê e converse com ele.
  • Coloque um espelho seguro no qual seu bebê possa se ver e observar seus próprios movimentos.
  • Imite os movimentos do seu filho: estique a cabeça, se arraste, engatinhe, vire e sente.
  • Verifique se o seu bebê tem liberdade para mover os braços e as pernas.
  • Mantenha as mãos e os pés do seu filho descobertos, para que ele possa usá-los para engatinhar, pois esse é um comportamento importante. Meias e mangas compridas são escorregadias e podem dificultar o esse processo.
  • Toque músicas alegres e cante.
  • Caso seu pequeno tenha irmãos, convide-os para participar da diversão.
  • Adicione brinquedos, blocos e chocalhos para incentivar seu bebê a se movimentar, engatinhar e alcançar objetos.
  • Não tenha pressa!

Os pais estão sempre empolgados para ajudar seus filhos a conquistar novas habilidades o mais rápido possível. Embora isso seja completamente compreensível, é importante lembrar que você não deve apressar o bebê. Seu filho vai andar quando chegar a hora e, enquanto isso, passar algum tempo de bruços poderá fazer maravilhas para o corpo e o cérebro dele. Garantir que seu bebê passe tempo suficiente de bruços é uma das melhores coisas que você pode fazer pelo cérebro e pelo desenvolvimento físico dele.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *