X
X
bebê de pé nos móveis

A complexa ação de ficar de pé: parte 2

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Na primeira parte deste artigo, discutimos alguns dos primeiros marcos do desenvolvimento que o seu filho irá alcançar. Agora, lhe daremos mais informações sobre o que você poderá perceber quando ele tiver entre 10 e 12 meses de idade. Vamos falar sobre o que está por vir!

Ele permanecerá em pé enquanto se segura em alguma coisa

Anteriormente, falamos sobre como o seu filho irá começar a se segurar em móveis para ficar de pé. No começo, ao fazer isso, ele poderia cair imediatamente. Mas, em breve, você terá a sorte de testemunhá-lo manter-se em pé se segurando em alguma coisa. Este é um passo importante na aquisição dessa habilidade. Seu filho está explorando como é ter os pés no chão e carregar o próprio peso em suas perninhas. Ao fazer isso, ele também está praticando suas habilidades de equilíbrio e propriocepção. Mantenha um ambiente seguro para que ele se sinta confiante o suficiente para experimentar seus novos movimentos e deixe-o fazer isso sozinho; mesmo que você esteja ao lado dele, tente não interferir.

Essa habilidade surgirá quando seu filho tiver cerca de 10 meses e, antes que você perceba, ele estará se movimentando pela sala enquanto se segura nas coisas, aproximando-se cada vez mais do momento de dar seus primeiros passos.

Ele se manterá em pé por alguns segundos com ajuda

Essa habilidade está muito relacionada à anterior, e também aparecerá por volta dos 10 meses de idade, mas, ao invés de se segurar em um objeto, seu filho irá segurar sua mão para ter apoio. Este é um momento lindo e uma excelente oportunidade para começar a trabalhar nas pequenas transições que o levarão a manter-se em pé de forma independente. Seu apoio desempenhará um papel muito importante neste processo.

Quando você segura a mão do seu filho, ele se sente seguro; e como agora ele está se segurando em algo que se move, será mais difícil manter a posição. Esta é uma grande oportunidade para praticar o equilíbrio junto com o seu bebê.

Segure a mão dele e, delicadamente, puxe-o até que ele fique de pé. Você pode repetir esse exercício muitas vezes; com o passar do tempo, tente começar a soltá-lo. Desta forma, o equilíbrio do seu filho irá melhorar e, um dia, quando você tirar a mão, ele conseguirá manter o equilíbrio sozinho. No futuro, você poderá tentar dar um passo à frente enquanto segura a mão do seu filho para ver se ele dá um passo também.

X
banner kinedu desenvolvimento

Quando o seu filho fica em pé com ajuda, ele também está fortalecendo as pernas e os músculos da região central do corpo, alongando os quadris e se acostumando a colocar o próprio peso nos pés. Este é um grande passo!

Ele irá de uma posição em pé para uma posição sentada sem a sua ajuda

Na primeira parte deste artigo, falamos sobre a importância de passar de uma posição sentada para uma posição ajoelhada. Agora, discutiremos algo que surge um pouco mais tarde, por volta dos 11 meses de idade: passar da posição em pé para a posição sentada sem ajuda!

Este é um marco do desenvolvimento que o seu filho irá alcançar quando seus músculos estiverem mais fortes, pois exige mais equilíbrio e coordenação do que os marcos anteriores. Ele provavelmente começará se levantando, mantendo-se em pé e dobrando os joelhos lentamente até conseguir se sentar.

Parece fácil, mas, para que ele possa passar da posição em pé para a posição sentada, suas habilidades de equilíbrio devem ser mais avançadas e ele deve ter desenvolvido consciência espacial suficiente para calcular onde aterrissará.

Enquanto isso, seu filho também está explorando seus novos movimentos. Mais adiante, ele começará a se deslocar apoiando-se no que estiver ao seu alcance e, então, se sentará para brincar no chão. Certifique-se de que, quando ele estiver nesse estágio, os objetos ao seu redor sejam estáveis o suficiente para que ele coloque seu peso neles sem cair. Esse marco permitirá que ele se movimente e alcance objetos que estejam longe dele, um ótimo precursor para a habilidade de andar. Por volta dos 13 meses, talvez seu filho consiga fazer o movimento contrário, passando de uma posição sentada para uma posição de pé, o que exige um pouco mais de força e equilíbrio.

Neste estágio, seu bebê está fazendo experiências com o equilíbrio todos os dias. No início, ele precisará se segurar em algo, seja um móvel, um objeto ou a sua mão. Mas, em um piscar de olhos, ele conseguirá manter-se em pé sozinho. Testemunhar esta incrível conquista será muito gratificante! Certifique-se de estar por perto para segurá-lo, se necessário.

Se quiser saber mais sobre o assunto, consulte as outras partes deste artigo:

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!

2 comentários em “A complexa ação de ficar de pé: parte 2”

  1. Olá! Tenho medo de meu bb se machucar. Meu filho tem 1 ano e está quase andando só. Ele dá uns passinhos, mas não consigo deixá-lo solto. O que significa exatamente deixar sozinho? É deixar cair, literalmente?

    1. Olá, Cristiane!
      Seu bebê precisa de espaço para tentar as coisas sozinho, assim poderá se desenvolver. Deixá-lo experimentar as coisas sozinho não significa deixá-lo cair, mas dar a ele autonomia para explorar. Lembre-se de deixar o ambiente seguro para ele, removendo itens que possam machucá-lo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *