X
X

Aprendendo a se comunicar: sinais não verbais

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

É difícil pensar em viver uma vida sem nenhum tipo de linguagem, pois este é o nosso principal meio para comunicarmos nossos pensamentos, desejos e necessidades às outras pessoas. Os bebês vivenciam isso todos os dias antes de aprenderem a falar e, por isso, utilizam outras formas de comunicação não-verbal para se comunicarem.

Os bebês têm um forte desejo de se conectar com os outros. Mesmo antes de poderem falar, eles usam sons não-verbais e a linguagem corporal para atingir esse objetivo. Os bebês são comunicadores ativos, mas ainda não possuem a língua para verbalizarem o que sentem. Se você observar atentamente, verá como eles se comunicam mesmo sem as palavras. Eles estão buscando obter uma resposta de seus cuidadores e, quando conseguem, aprendem a repetir essas mesmas ações para que suas necessidades sejam atendidas.

X
banner kinedu desenvolvimento

No momento em que os bebês inspiram pela primeira vez fora do útero, começam a se comunicar. Chorar e balbuciar são sinais não-verbais que eles utilizam para obter respostas da mãe ou do pai. À medida que o tempo passa, eles vão aprendendo a se comunicar por meio de expressões faciais, como o sorriso e o contato visual. Os bebês também passam mensagens por meio de movimentos corporais – por exemplo, movendo suas pernas ou braços quando estão agitados ou se sentem incomodados. Por volta dos 8 a 12 meses de idade, eles desenvolvem essa habilidade ainda mais, aprendendo a acenar, bater palmas e apontar.

Ao responder os sinais do seu bebê, ele irá perceber que é um comunicador eficaz, e que pode contar com você para atender às suas necessidades. Nem sempre é fácil identificar o que o seu filho está tentando comunicar, mas atentar-se aos seus sinais com curiosidade e abertura lhe ajudará a identificar o que ele está tentando dizer, e contribuirá com o desenvolvimento e a ampliação do vocabulário dele. Mesmo que seu bebê ainda não consiga pronunciar as palavras, ele já está aprendendo a compreendê-las.

Como ajudar seu filho a desenvolver o vocabulário e as habilidades de comunicação:

  • Responda o seu bebê quando ele olhar para você ou fizer um som ou gesto.
  • Cante para o seu bebê e use jogos de palavras. A repetição é fundamental para o desenvolvimento da linguagem.
  • Converse com ele e conte sobre sua rotina diária. Isso o ajudará a associar palavras a ações.
  • Ouça atentamente quando seu bebê balbuciar e responda como se você entendesse o que ele está dizendo.
  • Responda verbalmente quando seu filho se comunicar de forma não-verbal.
  • Reconheça e respeite os sentimentos do seu bebê, e nomeie o sentimento demonstrado para ajudá-lo a desenvolver seu vocabulário emocional.
  • Leia para o seu bebê e deixe que ele vire as páginas do livro se ele quiser, pois isso o ensinará que suas escolhas são importantes e que você gosta de passar seu tempo com ele.
  • Demonstre o comportamento adequado. Seu bebê está sempre observando você, ou seja, sua comunicação não-verbal é tão importante quanto as suas palavras, então não deixe de dar o exemplo.

Responder aos sinais do seu filho de maneira amorosa é muito importante para o desenvolvimento de um apego saudável. Isso cria um ambiente em que seu bebê se sente seguro e valorizado. Ao interagir diariamente com ele, você o ajudará a aprender a se comunicar de maneira eficaz.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!

1 comentário em “Aprendendo a se comunicar: sinais não verbais”

  1. Pingback: O gesto de apontar é um precursor da linguagem - Kinedu Blog

Comentários encerrados.