X
X
chupeta faz mal para o bebê?

A chupeta faz mal para o bebê?

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Intuitivamente, todos sabemos que a chupeta pode acalmar o bebê. Mas será que a chupeta faz mal para os nossos pequenos?

Os bebês levam tudo à boca, desde o menor objeto que encontram até o seu próprio polegar. É um estágio em que, por meio dessa ação, descobrem o mundo. Esse reflexo primitivo, que eles usam para se adaptar ao ambiente, é conhecido como reflexo de sucção. É uma maneira de os bebês se acalmarem. A sucção é feita em diversas situações: quando estão com sono, com fome, entediados ou nervosos.

Afinal, a chupeta faz mal?

Será que a chupeta faz mal? O uso da chupeta tem várias vantagens e desvantagens, que serão discutidas a seguir, para que você possa tê-las em mente ao discutir o tema com o seu pediatra e decidir por usá-las ou não.

Prós

  • Alguns especialistas defendem que a chupeta pode diminuir a probabilidade de morte súbita infantil (SMSI) quando usada durante o sono;
  • Em bebês prematuros, o uso da chupeta pode ajudar no desenvolvimento da sucção, favorecendo o ganho de peso e diminuindo o tempo de hospitalização;
  • A chupeta pode relaxar seu bebê, reduzir a ansiedade e ajudá-lo a se acalmar. No entanto, os mesmos benefícios “calmantes” podem ser obtidos com a amamentação e o contato pele a pele;
  • Seu uso pode facilitar situações desafiadoras, como viagens aéreas, exames de sangue, vacinas ou injeções.

Contras

  • O uso excessivo da chupeta geralmente interfere na amamentação;
  • O uso prolongado pode afetar o nascimento dos dentes do seu bebê e causar problemas dentários;
  • A otite (dor de ouvido) é mais comum em crianças que usam chupeta;
  • Gera dependência emocional e torna-se um objeto indispensável para garantir a tranquilidade do seu bebê. O mesmo ocorre quando ele só consegue dormir se você der a chupeta;
  • Pode atrasar o desenvolvimento da linguagem, pois os bebês mantêm suas bocas ocupadas e não tentam reproduzir os sons que ouvem ao seu redor;
  • Da mesma forma, crianças que usam chupetas tendem a comunicar menos suas necessidades. Como consequência, elas são menos estimuladas, o que compromete seu desenvolvimento em diversas áreas;
  • O uso prolongado da chupeta está associado ao desenvolvimento de outros hábitos orais no futuro, como fumar ou comer de forma excessiva;
  • A falta de higiene da chupeta pode levar a infecções.

Precauções em relação ao uso da chupeta

Como você sabe melhor do que ninguém, seu bebê precisa da sua atenção total. Por isso, é extremamente importante que você considere os seguintes itens antes de oferecer uma chupeta ao seu bebê:

X
banner kinedu saúde
  1. Converse com o seu pediatra sobre a situação do seu bebê;
  2. O uso da chupeta só pode ser recomendado se a amamentação já estiver estabelecida (se o bebê estiver mamando bem e ganhando peso e você estiver sem dor ao amamentar), e deve ser limitado a, no máximo, um ano de idade;
  3. Nunca force seu bebê a usar a chupeta. Se ela cair da boca dele durante o sono ou em qualquer outra situação, não use mel, chocolate, açúcar ou qualquer outro meio para convencê-lo a usá-la;
  4. Para evitar doenças, lave frequentemente a chupeta do seu bebê;
  5. Se o seu bebê estiver nervoso ou ansioso, procure experimentar métodos diferentes para acalmá-lo. Evite usar a chupeta como sua primeira opção;
  6. Não use a chupeta para adiar ou substituir refeições – lembre-se de oferecê-la quando seu bebê não estiver com fome.

Além disso, se você estiver procurando por uma chupeta, lembre-se dessas recomendações:

  • Existem diferentes tamanhos de chupetas, então experimente diferentes tipos para saber qual deles seu bebê prefere;
  • Procure por um modelo de uma peça só, já que existem modelos que podem se desfazer em duas peças e oferecer perigo ao seu bebê;
  • Compre chupetas extras, porque é comum que elas caiam no chão ou se percam;
  • Antes de dar ao seu filho uma chupeta nova, siga as instruções de fervê-la ou lavá-la.

Dar chupeta faz mal quando a criança é maior?

Conforme mencionamos acima, o uso de chupeta tem seus prós e contras, e seu uso pode ser recomendado pelo pediatra por certo período – nesse caso, o primeiro ano de vida do bebê. Quando seu filho tiver entre dois e quatro anos, sugar com força a chupeta – ou o dedo – pode alterar a forma da boca dele. Contudo, se ele parar de usar a chupeta ou de chupar o dedo antes que os dentes permanentes da frente nascerem, a mordida poderá se corrigir. Na maioria das vezes, as crianças param de usar chupeta sozinhas.

Ainda assim, se você perceber que seu filho já é grandinho e ainda usa muito a chupeta e você quiser ajudá-lo a deixar esse hábito, evite forçá-lo, já que palavras duras, provocações ou punições podem magoá-lo e não são uma forma efetiva de quebrar hábitos. Ao invés disso, você pode tentar:

  • Elogiar seu filho por não chupar o dedo ou usar a chupeta. Você também pode recompensá-lo usando um quadro com estrelas, recompensas diárias e lembretes gentis, especialmente durante o dia.
  • Se seu filho chupa o dedo ou usa a chupeta quando está entediado, você pode tentar manter as mãos dele ocupadas ou distrai-lo com coisas divertidas, assim ele não se lembrará da chupeta.
  • Se você perceber qualquer mudança no alinhamento dos dentes do seu filho, converse com seu pediatra ou dentista.

Lembre-se de que muitas crianças param de usar a chupeta antes de começar a escola, mas, se seu filho ainda não tiver parado e você quiser fazer algo a respeito, considere as recomendações acima.

Como você pôde perceber, a resposta para a pergunta “chupeta faz mal?” não tem uma resposta certa. Ainda assim, se você tiver dúvidas ou quiser mais orientações, converse com o seu pediatra.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!

1 comentário em “A chupeta faz mal para o bebê?”

  1. Pingback: Como tirar a chupeta da criança? Descubra aqui! - Kinedu Blog

Comentários encerrados.