X
X

Como ensinar educação financeira para crianças em 3 passos

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Muitos de nós sabemos que gastar bem e administrar nossas economias é uma habilidade indispensável para a vida, e isso se torna ainda mais verdadeiro quando alguém se torna pai ou mãe. Entendemos que, às vezes, é difícil administrar o dinheiro corretamente e, portanto, gostaríamos de criar nossos filhos para se tornarem adultos com bons hábitos financeiros. Mas as crianças pré-escolares estão prontas para aprender como administrar pequenas quantias de dinheiro? Quais são os benefícios disso? Qual é a melhor maneira de ensinar uma criança sobre finanças?

Psicólogos sociais e do desenvolvimento afirmam que a primeira experiência intuitiva que uma criança tem sobre o assunto é definida pela maneira como ele é tratado na família. Muitas vezes, o primeiro encontro com o dinheiro pessoal é por meio de uma quantia dada a eles periodicamente, geralmente para recompensar seu bom comportamento.

Além de servir como um sistema de recompensa por ajudar em casa, responsabilizar a criança pela maneira como gasta seu dinheiro tem muitos benefícios. Receber uma mesada influencia a cultura de gastos em crianças em idade escolar. Por exemplo, em 1991, pesquisadores da Universidade de Toronto estudaram crianças que receberam 4 dólares, em dinheiro ou como crédito, e crianças que não receberam mesada. As crianças que não recebiam dinheiro em casa acabavam gastando mais quando recebiam um cartão de crédito do que quando recebiam dinheiro, enquanto as crianças que cresceram administrando seu próprio dinheiro gastavam o mesmo com cartão de crédito ou dinheiro. Esse efeito é o mesmo independentemente da idade das crianças, isto é, uma criança de 6 anos que administrou sua mesada tem um comportamento muito mais sofisticado em relação ao dinheiro do que uma criança de 10 anos que nunca recebeu dinheiro em casa.

Quatro anos é uma boa idade para começar a ensinar o seu filho a administrar suas finanças. Aqui estão algumas dicas e ideias sobre como usar a mesada do seu filho para fazê-lo compreender os conceitos de causa e efeito, paciência, trabalho árduo, generosidade e planejamento futuro:

– Divida o dinheiro em “economizar”, “compartilhar” e “gastar”, usando três diferentes cofrinhos ou latas de dinheiro. Ensine seu filho a dividir seu dinheiro igualmente nos três potes e explique para o que será utilizado o dinheiro de cada um. Por exemplo, o dinheiro do “economizar” será usado para comprar um pequeno brinquedo quando a quantia for suficiente, o dinheiro do “compartilhar” pode ser doado para alguma causa que vocês acreditem ou para ajudar um amigo ou irmão que também esteja economizando, enquanto o dinheiro do “gastar” pode ser usado imediatamente para comprar adesivos.

X
banner kinedu desenvolvimento

– Ajude o seu filho a definir um objetivo, como comprar um brinquedo. Escolha algo que não seja muito caro, ou ele ficará frustrado depois de economizar por um mês. É normal que uma criança em idade pré-escolar não tenha muita tolerância à frustração, portanto, ajude-o a aprender a ter paciência, definindo uma meta razoável de curto prazo.

– Quando essa meta for alcançada, reflita sobre o resultado atingido ao guardar um pouquinho por vez e celebre a paciência do seu filho e a importância do trabalho e da espera.

Como um extra, ensinar o seu filho a respeito do dinheiro tem muitos benefícios para o seu desenvolvimento! Auxilia o desenvolvimento cognitivo e exercita o raciocínio abstrato, o pensamento conceitual e a capacidade de resolver problemas, além de promover os aspectos socioafetivos de experimentar e tolerar o atraso da recompensa, compartilhar com os outros, etc.

Se você gosta deste assunto e quer aprender mais sobre as habilidades matemáticas do seu filho, visite estes links:

http://www.pbs.org/parents/education/math/milestones/preschool-kindergarten

Exploring Money in Pre-K

http://www.theguardian.com/money/2014/nov/10/tips-teach-child-money-mat

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!