X
X

Como estimular o aprendizado de um segundo idioma

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Pesquisadores descobriram um programa educacional baseado em jogos que é capaz de ajudar os bebês a aprenderem uma segunda língua com apenas uma hora por dia!

Cientistas e pais sempre se interessaram em conhecer as vantagens de aprender uma segunda língua. Quais são essas vantagens e como elas ajudam no desenvolvimento cognitivo? Tem sido demonstrado que ter conhecimento de dois idiomas melhora as habilidades cognitivas, especialmente a capacidade de resolução problemas.

Uma pergunta que os pais e professores sempre fazem é: como podemos estimular a aprendizagem de uma segunda língua? Será que os bebês de famílias que falam um só idioma podem começar a desenvolver habilidades bilíngues se dermos oportunidades e experiências adequadas para eles?

Para responder a essas perguntas, os pesquisadores inventaram um método e um currículo baseado em jogos para ensinar uma segunda língua a bebês de 7 a 33,5 meses. O programa é baseado na mais recente pesquisa sobre o desenvolvimento bilíngue, e trabalha com interações e envolvimento ativo. Os primeiros professores formados no programa foram 16 estudantes da Universidade de Washington. Após o treinamento no I-LABS (Instituto de Ciências do Cérebro e Aprendizagem da Universidade de Washington), eles enviaram os estudantes a Madri para trabalhar como professores de inglês e verificar se eles poderiam ensinar uma segunda língua a bebês de famílias espanholas. Eles trabalharam com 280 bebês e crianças de famílias de diferentes níveis de renda, dos quais metade foram aleatoriamente designados para o grupo de intervenção e receberam uma hora de aula de inglês por dia, seguindo o método por 18 semanas, e a outra metade recebeu o programa bilíngue padrão de suas escolas. Ambos os grupos de crianças foram avaliados em espanhol e inglês no início e no final das 18 semanas.

Os bebês do grupo de intervenção apresentaram um ganho maior na compreensão e na produção da língua inglesa. Em média, eles apresentaram ganhos 5 vezes maiores na fala da língua inglesa em comparação ao outro grupo. A aprendizagem da língua espanhola continuou a se desenvolver e não foi afetada por esse estudo.

Você poderia se perguntar: será que esses bebês se lembram do que aprenderam? Eles foram avaliados novamente 18 semanas depois, e mostraram ter retido o que aprenderam. Além disso, os ganhos na língua inglesa eram semelhantes entre as crianças que frequentavam as escolas que ficavam em bairros de baixa renda e as que ficavam em bairros de classe média. Isso sugere que o fator econômico não tem influência sobre a capacidade de aprender uma segunda língua.

Patricia Kuhl, codiretora do Instituto de Aprendizagem e Ciências do Cérebro, diz: “A ciência indica que os cérebros dos bebês são o melhor dispositivo de aprendizado do planeta, e que o aprendizado das línguas pelas crianças é sensível ao tempo. O cérebro humano nunca terá a mesma capacidade de aprender uma segunda língua como nos primeiros 3 anos de vida”.

Este estudo mostra que, independentemente de seu ambiente, os bebês são capazes de aprender uma segunda língua com a abordagem correta.

X
banner kinedu desenvolvimento

Mas qual foi o segredo para ajudar as crianças a melhorar a compreensão e a produção de linguagem em outra língua? O segredo foi a “fala de bebê”, também conhecida como “baby talk, o jeito de falar que os pais usam para conversar com seus bebês, e que possui vogais mais abertas, uma gramática mais simples e um tom mais alto e exagerado.

É importante ter em mente que o “baby talk” não deve ser uma combinação de palavras que não existem com uma gramática incorreta. Ao invés disso, devemos usar palavras reais e a gramática correta, mas falando mais lentamente e empregando um tom mais alto e uma entonação mais exagerada. Por exemplo, ao apresentar um novo alimento ao seu bebê, você pode dizer algo como “Oooi, meu amooor! Você queeer uma banaaanaaa?”.

Especialistas do Instituto de Aprendizagem e Ciências do Cérebro da Universidade de Washington explicam que a entonação mais alta ajuda as crianças a concentrarem sua atenção em seu cuidador e nos objetos que possam estar envolvidos na interação entre eles. Além disso, falar mais lenta e pausadamente proporcionam ao bebê tempo para participar do diálogo. Assim, da mesma forma que o “baby talk” é importante para a aquisição da língua nativa, também é ótimo para ajudar no aprendizado bilíngue.

Há outras dicas que você pode experimentar para ajudar o seu filho a aprender duas línguas. A Associação Americana de Fala e Audição sugere que você:

  • Leia para o seu filho nas duas línguas. Encontre livros bilíngues ou livros nos idiomas que você deseja ensinar ao seu pequeno e leia-os para ele todos os dias. Você não precisa ler todos os livros no mesmo dia – experimente ler um deles por 10 a 15 minutos e escolher outro no dia seguinte.
  • Cantar. Apresente uma segunda língua para o seu filho usando músicas e rimas.
  • Programas para aprendizagem de idiomas. Crianças podem praticar ambas as línguas em escolas bilíngues ou acampamentos que tenham essa finalidade.

Lembre-se de que aprender outra língua não irá causar problemas de fala ou aquisição de linguagem no seu filho. Reno Nargunde, psicólogo certificado pelo programa de Habilidades Centrais do Conselho Britânico, explica que crianças bilíngues desenvolvem habilidades linguísticas da mesma forma que as outras crianças. Não há evidências científicas de que crianças bilíngues demoram mais para falar do que crianças que aprendem apenas um idioma.

Por fim, o mais importante é ter interações de qualidade com o seu filho em qualquer língua que você deseje ensinar a ele para estimular a aprendizagem de um segundo idioma.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!

1 comentário em “Como estimular o aprendizado de um segundo idioma”

  1. Pingback: Como introduzir ensino bilíngue na rotina de crianças? - Kinedu Blog

Comentários encerrados.