X
X

Como prever a primeira palavra do bebê

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Um novo estudo sugere que a experiência visual de uma criança pode ter um papel fundamental no aprendizado de sua primeira palavra.

Depois do primeiro ano olhando e balbuciando, os bebês eventualmente começam a dizer suas primeiras palavras. Embora muitos pais estejam cientes disso, pesquisadores da Universidade de Indiana e do Instituto de Tecnologia da Geórgia descobriram recentemente um papel fundamental nas primeiras palavras de um bebê: suas primeiras palavras estão fortemente relacionadas à sua experiência visual.

Baseando-se em teorias estatísticas de aprendizagem, os pesquisadores descobriram que o número de vezes que um objeto entra no campo de visão de um bebê aumenta a probabilidade de ele associar essa palavra específica ao objeto. A memória visual é o segredo para a associação entre palavras e objetos. Todos esses objetos visuais familiares, como o garfo ou a mamadeira, funcionam como uma experiência agregada – as primeiras palavras são aprendidas lentamente, e estão relacionadas a alguns poucos objetos visualmente intrusivos.

X
banner kinedu desenvolvimento

Linda Smith, professora de ciências psicológicas e cerebrais, e seus colegas entraram no cérebro de um bebê para descobrir isso. As pessoas assumem que os bebês veem as mesmas coisas que seus pais. Afinal, eles moram na mesma casa e andam nos mesmos carros. No entanto, os bebês não são bons em controlar seus corpos, e não estão interessados ​​em ver as mesmas coisas que os adultos. Conforme os bebês se desenvolvem gradualmente, seu mundo visual muda. Um bebê de três meses e um bebê de um ano têm experiências visuais totalmente diferentes. Os pesquisadores estavam interessados ​​em entender o mundo visual de bebês que estão prestes a dizer suas primeiras palavras, então colocaram câmeras de vídeo em crianças de 8 a 10 meses e capturaram 247 eventos de refeições caseiras e analisaram os objetos à vista. Por que as refeições? Essas atividades são realizadas continuamente, e constituem uma grande porcentagem da experiência visual diária de um bebê. Os resultados mostraram que havia uma forte relação entre os objetos que apareciam com mais frequência e as palavras que mais apareceram no estudo. A conclusão desse estudo sugere que a experiência visual é um fator determinante para o aprendizado das primeiras palavras.

Essa nova descoberta pode mudar a base para novas teorias sobre a aquisição de linguagem dos bebês, e até mesmo sobre o tratamento de crianças com déficits de linguagem e autismo. Pesquisas já demonstraram há algum tempo que, aos dois anos, as crianças são capazes de usar dicas e contextos sociais para saber quais palavras e objetos estão relacionados. Nessa idade, as crianças já são boas em agrupar as coisas em categorias. Se elas sabem que, em casa, um garfo é chamado de “garfo”, elas saberão que um garfo diferente em um restaurante também será chamado da mesma forma, mesmo que não tenha a mesma aparência. Essas habilidades, no entanto, se desenvolvem com o tempo.

Para aprender uma palavra, pode ser mais útil ver o objeto constantemente do que apontar para o objeto e dizer o nome dele em voz alta na esperança de ensinar a palavra ao seu filho. Isso pode ter fortes implicações em como as crianças com atraso na fala e outros distúrbios são tratadas, uma vez que a adoção de recursos visuais pode ser mais eficaz que outros métodos de associação. Além disso, se uma criança tem dificuldade para aprender palavras, ela pode ter problemas com o processamento visual, ou pode viver em algum lugar onde não vê os mesmos objetos constantemente. Pode ser que as diferenças visuais entre as crianças influenciem na rapidez com que começam a dizer palavras. Uma criança que vive em um ambiente instável, onde seu mundo visual é constantemente modificado, pode ter mais dificuldade com a associação entre objetos e palavras.

“Levar em conta o visual traz uma nova dimensão do aprendizado de palavras,” diz Smith. “Se você só se preocupa com a parte da palavra no aprendizado de palavras, pode estar negligenciando metade do problema: as deixas visuais, que auxiliam o aprendizado linguístico”.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!

1 comentário em “Como prever a primeira palavra do bebê”

  1. Pingback: As primeiras palavras e o desenvolvimento linguístico do meu bebê - Kinedu Blog

Comentários encerrados.