X
X
erros gramaticais criança

Erros gramaticais que o seu filho provavelmente irá cometer

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Na primeira infância, a linguagem desenvolve-se pouco a pouco. Parte dela surge naturalmente, mas, para que isso aconteça, as crianças devem ser expostas à língua. Vamos explicar um pouco sobre os erros mais comuns que as crianças cometem e como ajudá-las a corrigi-los.

Steven Pinker, professor de psicologia da Universidade de Harvard, analisou a fala espontânea de crianças pequenas. Ele conseguiu identificar um erro gramatical específico que se revelou ser o mais comum: a super-regularização. Ele concluiu que quando uma criança aprende uma nova regra gramatical, ela pode cometer esse erro e transferir a regra para outras palavras. Por exemplo, quando seu filho aprende a conjugar verbos regulares como “corro” ou “como”, ela pode transferir a regra para verbos irregulares e dizer frases como “Eu sabo cantar”. Quando você repetir o que ele disse, por exemplo, “Eu sabo cantar?”, ele irá perceber o erro e achar engraçado que você tenha falado assim, o que significa que ele sabe qual é o uso correto da palavra. A super-regularização também ocorre com os plurais. Quando seu filho aprende a adicionar “s” no final das palavras, ele pode aplicá-lo em palavras que terminam em “ão” e dizer palavras como “mamãos”.

Seu filho tem muitos verbos irregulares gravados na memória, mas, no início, o acesso a essas informações pode falhar. Para conseguir uma recuperação bem sucedida, ele precisa estar mais exposto a essas palavras. Talvez a super-regularização aconteça mais com os verbos que ele ouve com menos frequência. Os erros diminuirão quando você usar mais essas palavras.

Outro estudo sobre a aquisição de linguagem analisou as interações entre pais e filhos que tinham 8 meses até que estes completassem 30 meses. Os pesquisadores estudaram o vocabulário expressivo que as crianças haviam adquirido. Os resultados mostraram que as crianças mais estimuladas pelos pais usavam mais palavras e verbos irregulares e que, com o tempo, aprendiam formas irregulares mais rapidamente e falavam formando frases mais longas.

X
banner kinedu desenvolvimento

Podemos concluir que a exposição à linguagem é fundamental e que os erros gramaticais fazem parte do processo de aquisição da linguagem.

Que tipos de erros são os mais comuns?

  • Super-regularização: esse é o tipo de erro a que se referia Steven Pinker, aquele em que seu filho aprende uma nova regra gramatical e a aplica a outras palavras que não se enquadram nos mesmos critérios. Por exemplo, dizer “não sabo” em vez de “não sei”.
  • Superextensão: é quando seu filho escolhe uma palavra e a usa para nomear vários objetos em seu ambiente. Por exemplo, usar a palavra “cachorro” para se referir ao seu animal de estimação, e usar a mesma palavra para nomear qualquer outro animal com quatro patas.
  • Subextensão: quando seu filho aprende uma palavra e não consegue estendê-la a outros objetos semelhantes. Por exemplo, quando ele se refere aos sapatos dele como “tatos”, mas esse termo se aplica apenas aos sapatos dele e aos de mais ninguém. Segundo os estudos, esse erro é menos frequente.

Esses erros gramaticais são normais no processo de aquisição da linguagem. Seu filho irá aprender no seu próprio ritmo, e, um passo de cada vez, alcançará muitos marcos linguísticos, como o uso de verbos irregulares e plurais. Seja paciente com ele e modele o uso correto da linguagem para que ele domine um vasto vocabulário e possa acessá-lo facilmente. O segredo é conversar muito com o seu pequeno!

Para mais informações sobre marcos linguísticos, acesse estes links:

Para mais informações sobre erros gramaticais, confira este artigo:

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *