Mesmo que pareça que o seu bebê está confortável apenas crescendo dentro do útero e nada mais, ele também está desenvolvendo alguns comportamentos automáticos e respostas sensoriais que o ajudarão a interagir com o mundo durante os primeiros quatro ou cinco meses após o nascimento. Essas habilidades são chamadas de “reflexos do recém-nascido” e, embora alguns deles ocorram espontaneamente como parte da rotina dele, outros são respostas a ações ou estímulos específicos.

De acordo com o Sistema de Saúde Infantil de Stanford, alguns reflexos do recém-nascido já são ensaiados dentro do útero:

• Reflexo de busca: ajuda o bebê a encontrar o seio ou a mamadeira imediatamente após o nascimento. Quando a bochecha do bebê for tocada, ele virará a cabeça na direção do toque, procurará a fonte de comida e começará a sugar.

banner kinedu prenatal pt

• Reflexo de sucção: esta é a resposta para qualquer coisa que toque o céu da boca do seu bebê. É por isso que recém-nascidos têm o reflexo de levar o pé até a boca e sugar os dedos.

• Reflexo de preensão: quando a palma da mão do bebê é tocada, ele responde fechando os dedos ao redor do dedo do adulto.

• Reflexo de marcha: se o bebê for mantido em pé e seus pés tocarem uma superfície, ele começará a dar passos como se estivesse dançando.

Na 32ª semana de gestação, seu bebê terá desenvolvido esses reflexos que serão úteis após o nascimento. Talvez você até consiga ver ele chupando um dedo no ultrassom, o que causará uma “explosão de fofura”, mas isso é assunto para outra publicação deste blog…