X
X

Os riscos do consumo de álcool durante a gravidez

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 276.000 recém-nascidos morrem todos os anos devido a alguma anomalia congênita. As anomalias congênitas podem ser um resultado do ambiente, da genética ou de uma infecção. Embora seja difícil identificar as causas específicas dessas anomalias, o consumo de álcool é a principal causa que pode ser evitada.

As consequências relacionadas ao consumo do álcool são conhecidas como Distúrbios do Espectro da Síndrome Alcoólica Fetal (DESAF). A Síndrome Alcoólica Fetal (SAF) é a mais grave, e envolve uma série de problemas físicos, comportamentais e de aprendizagem. Alguns sintomas ou sinais da Síndrome Alcoólica Fetal são: anomalias faciais e auditivas, problemas cardíacos, ósseos e renais, deficiência intelectual, baixo peso ao nascer, cabeça pequena e baixa estatura, comprometimento da visão e atrasos de linguagem.

X
banner kinedu prenatal pt

Não há cura para essa síndrome, no entanto, o tratamento e a intervenção precoces podem reduzir as fatalidades e melhorar o desenvolvimento do bebê. Alguns exemplos de coisas que poderiam fazer uma enorme diferença no desenvolvimento futuro do bebê são: terapia comportamental, uma educação especial, o diagnóstico precoce (antes de a criança completar 6 anos), um ambiente estável e tranquilo e pais treinados para lidar com essa questão.

Se você está grávida, lembre-se que o consumo de álcool não é seguro em nenhum estágio. O álcool deve ser completamente cortado durante toda a gravidez.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!