X
X

Por que devemos elogiar os esforços das crianças ao invés das suas habilidades naturais?

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

A maioria dos pais tende a elogiar seus filhos por tudo, especialmente nos primeiros anos de vida, quando estão constantemente aprendendo e superando novos desafios. Seja porque eles conseguiram dar os primeiros passos, ou então porque eles são lindos, os pais tendem a elogiar seus filhos constantemente por tudo! É como se eles fossem contratados como animadores de torcida dos seus filhos 24 horas por dia.

 

Não me leve a mal, isso é ótimo! Os bebês precisam desse tipo de apoio social para aprender e crescer. No entanto, nem todos os tipos de elogios beneficiam as crianças da mesma maneira. Depende muito das palavras que foram utilizadas, e se elas se concentram nos esforços da criança ou nas suas características físicas e individuais. Por exemplo, a frase “Você fez um bom trabalho!” concentra-se nas ações da criança, enquanto “Você é um bom menino!” se concentra na criança como indivíduo. Embora ambas as frases sejam semelhantes, elas têm efeitos muito diferentes nos bebês. Um estudo descobriu que as crianças se preparam melhor para os desafios da vida quando são elogiadas por suas ações e seus esforços, ao invés dos seus dons naturais. Os pesquisadores estudaram um grupo de mais de 50 crianças enquanto interagiam com seus pais. Eles gravaram e monitoraram esses bebês durante os cinco anos posteriores. Os pesquisadores descobriram que as crianças que foram elogiadas por seus esforços durante os primeiros três anos de vida estavam mais preparadas para superar os desafios da vida. A razão é que essas crianças acreditavam ter a capacidade de aprender, de tornar-se mais inteligentes e de crescer. Seus pais os ajudaram a acreditar em si mesmos e em sua capacidade de fazer as coisas acontecerem com esforço e dedicação. Além disso, os pesquisadores descobriram que os meninos eram mais elogiados por suas ações e esforços do que as meninas. Então, embora elas fossem elogiadas com frases como “Você é muito inteligente!”, elas se tornaram menos propensas a acreditar que poderiam aprender coisas novas e desenvolver sua inteligência e, portanto, se tornaram menos propensas a se desafiarem.

Roy Baumeister, professor de psicologia da Universidade Estadual da Flórida, fala sobre a diferença entre estimular o autocontrole e a autoestima em nossos filhos. As crianças se beneficiam muito quando seus pais promovem o autocontrole e se concentram em elogiar os esforços e as conquistas de seus filhos. Já quando dizemos a nossos filhos que eles são as criaturas mais belas e inteligentes do mundo inteiro, não estamos ajudando-os, pois sabemos que, na maioria das vezes, isso não é verdade – e pode fazer com que eles se tornem arrogantes e egocêntricos. Definitivamente, não é o que queremos para eles. Pelo contrário, se encorajarmos o autocontrole em nossos filhos, poderemos realmente ajudá-los a alcançar o que eles quiserem. Baumeister menciona que “o autocontrole pode realmente ajudar você a se tornar uma pessoa melhor, ao invés de simplesmente se considerar uma pessoa melhor”. No final, o que importa é que nossos filhos saibam superar os desafios da vida, acreditem que seja possível mudar, desenvolver novas habilidades e crescer como indivíduos. O que poderia ser melhor do que saber que podemos fazer as coisas acontecerem quando nos esforçamos para alcançar o que queremos?

X
banner kinedu desenvolvimento

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!

1 comentário em “Por que devemos elogiar os esforços das crianças ao invés das suas habilidades naturais?”

  1. Pingback: O segredo por trás da motivação: quando o elogio sai pela culatra - Kinedu Blog

Comentários encerrados.