As vitaminas pré-natais e pós-natais são muito importantes para a saúde da mãe e do bebê, por isso é preciso se informar corretamente sobre elas.

Você está grávida ou acabou de dar à luz? É bem provável que, em breve, você comece a procurar sobre vitamina pré-natal ou pós-natal para obter os nutrientes que você e o seu bebê precisam para ter uma boa saúde.

Uma dieta saudável é a melhor maneira de obter as vitaminas e os minerais que o seu corpo necessita, mas mesmo que você esteja se alimentando de forma saudável, pode ter uma redução nos níveis de alguns nutrientes essenciais — é aí que entram os suplementos. Quer entender mais sobre o assunto? Continue a leitura e confira!

Por quanto tempo você deve tomar vitaminas pré-natal?

O ideal é tomar vitaminas pré-natal durante toda a gravidez. Seu médico pode sugerir que você continue a tomá-las depois do nascimento do seu bebê, especialmente se você estiver amamentando. Isso acontece porque, durante o aleitamento, seu corpo precisa de uma quantidade maior de todos os nutrientes que uma dieta bem equilibrada pode oferecer.

Sendo assim, tomar vitaminas pré-natal mesmo após o nascimento do seu bebê pode ser recomendado pelo seu médico ou nutricionista. Elas também funcionam bem como vitaminas pós-natal, já que o seu leite continuará a fornecer nutrientes importantes para o seu bebê.

Geralmente os suplementos voltados para gestantes e lactantes já contêm diversos dos nutrientes essenciais para essas fases, como ácido fólico, ferro, vitamina D, óleo de peixe e cálcio. No próximo tópico, falamos mais sobre essas substâncias e como cada uma pode ajudar.

Quais nutrientes específicos são recomendados durante o período pós-natal?

A maioria dos suplementos pré-natal contém aproximadamente 20 nutrientes essenciais, que ajudam a satisfazer as suas necessidades nutricionais. Alguns produtos, no entanto, podem não conter elementos bem importantes.

A seguir, confira os nutrientes mais suplementados na gravidez e na amamentação, mas não se esqueça de sempre consultar o seu médico para saber quais vitaminas pré-natal são mais adequadas para o seu caso.

Ômega-3

O ômega-3 é um poderoso anti-inflamatório natural. Ele fortalece a imunidade e faz muito bem para o cérebro, pois contém ácidos graxos que compõem a massa cinzenta. Dessa forma, ele também apoia a saúde do cérebro e do sistema nervoso do seu filho.

Essa substância é encontrada em peixes de água fria, oleaginosas, chia, linhaça e azeite de oliva extravirgem, mas pode ser suplementada com cápsulas de óleo de peixe, de onde é extraído.

Cálcio

O cálcio é fundamental no desenvolvimento dos ossos do seu bebê. É importante manter seus níveis desse mineral elevados, e para isso você pode contar com a ajuda de suplementos, pois a capacidade de absorver cálcio diminui com a idade.

Vitamina D

A vitamina D é aquela que o corpo consegue produzir por meio da exposição aos raios solares, mas também pode ser obtida pelo consumo de alimentos como ovos e peixes. Bons níveis dessa vitamina durante a gravidez podem evitar o baixo peso ao nascer e o parto prematuro.

banner kinedu saúde
banner kinedu prenatal pt

Vitamina A

Já ouviu falar que a vitamina A faz bem para a visão? Isso realmente é verdade. Além disso, é importante para o sistema imunológico e para o desenvolvimento fetal saudável. Ela está presente em frutas e vegetais alaranjados, como cenoura, abóbora e manga.

Como é possível ter bons níveis desse nutriente por meio da alimentação saudável, a suplementação só é recomendada para grávidas que estão em regiões em que a deficiência dessa vitamina é um problema de saúde pública.

Vitaminas do complexo B

Embora a vitamina B6 possa ajudar a aliviar as náuseas e vômitos na gravidez, não há estudos que comprovem que a suplementação melhore os resultados maternos e perinatais.

Sendo assim, essas vitaminas só devem ser suplementadas em caso de deficiência dos nutrientes diagnosticada por médico — o que costuma ser incomum. Geralmente a pessoa apresenta carência de vitamina B6 combinada a outras do complexo B.

Ácido fólico

O ácido fólico é um nutriente bastante conhecido entre as gestantes: logo na primeira consulta, elas recebem a recomendação de suplementá-lo. Isso acontece porque essa vitamina é essencial para prevenir defeitos no tubo neural do bebê, como a espinha bífida e anencefalia.

O que muita gente não sabe é sobre a recomendação da suplementação para todas as mulheres em idade fértil. Além disso, a dose é aumentada em mulheres que desejam engravidar em breve. Se esse é o seu caso, procure o médico para acertar a prescrição do suplemento.

Vitaminas C e E

As vitaminas C e E são importantes antioxidantes que combatem os radicais livres. Isso significa que elas são capazes de reduzir o estresse oxidativo das células, prevenindo alguns problemas na gestação, mas não se tem comprovação sobre os benefícios da suplementação.

Dessa maneira, é interessante consumir mais alimentos que contenham essas vitaminas. No caso da vitamina C, as frutas cítricas, como limão, laranja e acerola são as maiores fontes. A vitamina E pode ser encontrada em óleos vegetais, como azeite de oliva e oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas, amendoim etc.).

Como saber se é preciso tomar as vitaminas pré-natal?

Embora os suplementos alimentares como os complexos vitamínicos e compostos de ômega-3 sejam comercializados sem receita nas farmácias, é muito importante que sejam receitados por um médico ou nutricionista.

Cada pessoa é única e precisa de uma quantidade determinada de nutrientes conforme a idade e a fase da vida. Na gestação, isso ainda fica mais evidente, pois a necessidade nutricional da mulher aumenta. Antes de mais nada, reforçamos que vale a pena consultar o seu profissional de confiança para adequar a sua alimentação aos suplementos alimentares e se orientar sobre como é a melhor forma de consumi-los.

As vitaminas pré-natal e pós-natal são importantes para garantir a saúde da mamãe e do bebê. Elas devem ser aliadas a uma alimentação saudável e à prática de exercícios físicos, que é fundamental em qualquer momento da vida — tudo isso com a recomendação de um profissional capacitado.

Para acessar outros artigos e atividades voltados à gestação e ao desenvolvimento do bebê, baixe o app Kinedu gratuitamente AQUI.