X
X

Os benefícios e os riscos do peixe

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Recomenda-se que mulheres grávidas consumam alimentos ricos em ômega-3, mas também é importante evitar peixes e frutos do mar com alta concentração de mercúrio. Então, a pergunta é: você deve ou não comer peixe e frutos do mar durante a gravidez?

Segundo a Food and Drug Administration (FDA), mulheres grávidas devem ingerir de 220 a 350 gramas de peixe por semana, devido à sua variedade de nutrientes, incluindo vitaminas, minerais, proteínas e ômega-3. Esses nutrientes são fundamentais para o desenvolvimento do cérebro do seu bebê. No entanto, há peixes que contêm altos níveis de mercúrio, que podem ter efeitos negativos no desenvolvimento do seu bebê. É importante saber a diferença entre os peixes que têm e os que não têm alto teor de mercúrio.

Por que ter cuidado?

X
banner kinedu prenatal pt

Já foi comprovado que alimentos com altos níveis de mercúrio estão relacionados a atrasos no desenvolvimento dos bebês. Além disso, lembre-se de eliminar peixes e frutos do mar crus da dieta, pois podem conter bactérias nocivas. É por isso que é tão importante prestar atenção ao consumo deles durante a gravidez.

Aqui está uma lista de peixes e frutos do mar que você pode consumir devido à sua ampla gama de nutrientes e baixos níveis de mercúrio:

  • Cavalinha;
  • Hadoque;
  • Salmão selvagem;
  • Truta;
  • Tilápia;
  • Mexilhão;
  • Lula.

Lembre-se de evitar peixe cru e de consumir, no máximo, 350 gramas de peixe por semana!

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!

1 comentário em “Os benefícios e os riscos do peixe”

  1. Pingback: Quais são os alimentos que aumentam o leite materno? - Kinedu Blog

Comentários encerrados.