O paladar é, provavelmente, o mais complexo dos cinco sentidos! Se você refletir sobre os alimentos que você gosta e os que não gosta, certamente vai descobrir que existem muitos fatores que determinam as suas preferências. Por exemplo, a textura que o alimento tem na boca, o cheiro ou até mesmo a aparência! 

De fato, olfato e paladar são os dois sentidos mais interconectados. Lembra quando explicamos que o olfato se desenvolve antes de os bebês nascerem? Bem, o paladar também aparece antes mesmo do nascimento! As papilas gustativas do seu bebê começaram a se formar quando ele ainda estava no útero. Entre 7 e 8 semanas de gestação, as primeiras células gustativas aparecem. Então, entre 13 e 15 semanas, as papilas gustativas já amadureceram e são reconhecíveis. Mas será que nesse momento o seu bebê já é capaz de diferenciar sabores? Quando ele começa a engolir líquido amniótico, a partir da semana 12, seus receptores fetais são expostos a estímulos que mudam constantemente. O líquido amniótico, além de passar por mudanças químicas ao longo da gravidez, também absorve alguns sabores dos alimentos que a mãe ingere. E descobriu-se que os recém-nascidos são capazes de reconhecer esses sabores! 

O que a mãe come não só irá expor o bebê a novos sabores na barriga, mas também após o nascimento! Se você amamenta o seu bebê, os diferentes sabores dos alimentos que você consome serão transmitidos para o seu leite materno. Como um recém-nascido, seu filho terá uma predileção natural por sabores doces, então ele vai adorar beber leite materno ou fórmula. Mais tarde, com cerca de quatro meses, ele adquirirá o gosto por alimentos salgados e, muito mais tarde, por sabores amargos. 

App Kinedu Desenvolvimento do bebePowered by Rock Convert

O paladar do seu filho continuará a se desenvolver com o passar dos anos, inclusive durante a sua vida adulta! Embora algumas preferências por sabores doces, salgados ou amargos mudem naturalmente com a idade (por exemplo, as crianças gostam de sabores muito ácidos, enquanto os adultos não gostam muito deles – mas são muito mais sensíveis aos sabores amargos), sabe-se que a exposição a diferentes alimentos determina em grande parte quais os sabores que gostamos ou não ao longo de nossas vidas. Na verdade, uma pesquisa realizada em 2009 descobriu que expor crianças de 21 a 24 meses a imagens de frutas e vegetais ajuda-as a ter mais disposição para experimentá-las mais tarde. 

Portanto, certifique-se de estimular o paladar do seu filho expondo-o a diferentes alimentos e gradualmente introduzindo novos sabores. Lembre-se de que às vezes você precisará apresentar a nova comida 10 ou 15 vezes para que seu filho a aceite e desfrute. 

Essa atividade lhe dará algumas ideias!