Comida é muito mais que nutrição. Comer e compartilhar uma refeição incluem uma ampla variedade de conexões físicas, emocionais e sociais. Nunca é cedo para ensinar bons hábitos alimentares ao seu filho.

Nos primeiros meses de vida, a dieta do seu bebê consistirá principalmente em leite materno e/ou fórmula, com algumas variedades de líquidos em alguns casos. Mas a diversão começa assim que o seu bebê começa a comer alimentos sólidos.

Os médicos sugerem começar a introdução alimentar a partir dos 6 meses de vida, embora alguns bebês possam mostrar sinais de estar prontos a partir dos 4 meses. Se o seu bebê demonstrar interesse precoce por alimentos sólidos, é aconselhável consultar o seu pediatra antes de começar a introdução alimentar.

Quando seu bebê alcançar esse tão esperado salto no vasto e incrível mundo da comida, você poderá começar a perceber algumas coisas como:

  • Seu bebê ficará com a coluna ereta e conseguirá sentar-se em uma cadeira alta ou um cadeirão de alimentação. Isso mostra que as costas e o pescoço dele estão fortes o suficiente para manter a cabeça erguida e permanecer sentado.
  • Seu bebê será capaz de levar comida para o fundo da boca para engolir.
  • Ele demonstrará sinais de fome após a alimentação com leite materno ou fórmula. Se seu bebê tiver apetite mesmo após a amamentação ou mamadeira, isso pode indicar que o corpo dele está pronto para novas fontes de nutrientes.
  • Você perceberá que seu filho começará a demonstrar interesse pela comida. Alguns bebês até abrem a boca ou estalam os lábios quando veem você ou outras pessoas comendo.
  • Se seu bebê dobrou o peso que tinha ao nascer, provavelmente está pronto para começar a introdução alimentar.
  • Apesar de ele estar preparado para experimentar novos alimentos, os especialistas recomendam que você continue a alimentar seu bebê com leite materno ou fórmula durante os primeiros meses após a introdução de alimentos sólidos.

Como começar?

Uma boa maneira de começar é com cereais macios e purês em pequenas porções. Essas misturas macias e sedosas não apenas farão com que seja mais fácil a transição de líquidos para sólidos, mas também facilitarão a deglutição. Comer alimentos sólidos é uma experiência nova; portanto, muitos dos alimentos que você colocar na boca do seu filho podem acabar no rosto ou no babador. Quando seu bebê já estiver comendo e engolindo esses tipos de alimentos com facilidade, talvez seja o momento de experimentar ingredientes mais firmes, como legumes cozidos, arroz, cuscuz, macarrão e pequenos pedaços de frutas cozidas ou amassadas.

Não há regras rígidas no que diz respeito à introdução de alimentos sólidos; portanto, siga o conselho do pediatra do seu bebê, pois ele conhece melhor a condição física dele. A ordem em que os alimentos são introduzidos não é tão importante. Se você alimentou seu bebê exclusivamente com leite materno ou fórmula, a comida para bebê preparada com carne pode ser benéfica, pois contém minerais como zinco e ferro, que são fáceis de absorver.

A maioria dos especialistas recomenda começar com alimentos caseiros. No entanto, você certamente encontrará uma seleção de alimentos preparados e fortificados para bebês nos supermercados e nas lojas de produtos naturais. Independentemente disso, é aconselhável que você consulte o pediatra do seu bebê sobre suas escolhas.

À medida que o seu bebê crescer, você vai poder variar as escolhas alimentares e introduzir novos alimentos a cada duas semanas. A maioria das famílias descobre que, com 12 meses de idade, seus bebês estão prontos para aproveitar praticamente tudo o que há no repertório de refeições da família. Lembre-se de que será melhor alimentar seu filho com produtos frescos, nutritivos e sem conservantes.

Dicas para fazer das refeições um prazer compartilhado

Comer é um ritual familiar divertido e inclusivo, e é provável que todos estejam ansiosos para que seu bebê participe das refeições em família. Veja algumas dicas para fazer essa transição sem problemas:

  • Torne as refeições especiais. Tente garantir uma atmosfera feliz e descontraída ao redor da mesa.
  • Se possível, convide todos os familiares para participar de suas refeições. Dessa forma, seu filho começará a associar as refeições a experiências sociais agradáveis.
  • Torne-se o melhor exemplo do seu filho. Seu bebê será mais incentivado a comer alimentos diferentes se observar você comer vários alimentos saudáveis ​​de maneira ordenada.
  • Tente oferecer alimentos sólidos depois do leite ou fórmula. Comer alimentos sólidos é um processo lento e difícil no começo. Se o seu filho estiver com muita fome, ele terá dificuldade com a comida sólida e poderá ficar desanimado e agitado.
  • Confie no apetite do seu bebê. Forçá-lo a comer além de suas necessidades pode levar a comportamentos nutricionais prejudiciais. Ele informará quando estiver satisfeito recusando a comida, devolvendo-a ou se distraindo.
  • Se o seu bebê se recusar a comer certos alimentos, não se desespere. Pode levar várias tentativas para ele aceitar certos sabores e texturas. Como em tudo, a recomendação é ser paciente e observar o que o comportamento do seu filho diz sobre suas preferências e necessidades.

Receitas para começar

Veja algumas ideias para tornar a introdução alimentar mais saborosa, saudável e variada.

banner kinedu alimentação bebêPowered by Rock Convert

Receitas de purês para bebês de 4 a 6 meses de idade

Purê de Cenoura

Escolha cenouras grandes e mais maduros – elas são mais ricas em nutrientes. Apenas apare as pontas e corte. Em seguida, cozinhe no vapor, deixe ferver (ou cozinhe no micro-ondas) e processe.

Abóbora

Preaqueça o forno a 200° C.
Corte a abóbora ao meio e retire as sementes.
Coloque a abóbora em uma assadeira, com a face para baixo, e cerca de 2,5 cm de água.
Asse por cerca de 40 minutos. Fique de olho na água – adicione um pouco mais, se necessário.
A abóbora está cozida quando estiver macia.
Retire a pele e faça um purê ou amasse levemente com um garfo.

Abobrinha saborosa

Simplesmente lave a abobrinha, remova as duas extremidades e corte em fatias. Você pode ferver em um pouquinho de água, no vapor ou no micro-ondas até que esteja macia. Em seguida, faça um purê.

Aspargos luxuosos

Depois de lavar bem as pontas, amarre os aspargos e cozinhe-os no vapor ou em água por 5 a 7 minutos. Depois de cozidos, você pode fazer o purê ou prepará-los como desejar.
DICA: Não cozinhe os aspargos em uma panela de ferro, pois eles contêm tanino e, ao reagir com o ferro, os caules perdem a cor.

Exemplo de cardápio para bebês de 8 a 12 meses

Café da manhã

1/2 xícara de cereal ou 1 ovo mexido
1/2 xícara de cereal ou frutas picadas ou amassadas (dependendendo se o seu bebê já se alimentar ou não sozinho)
120 a 180 ml de leite materno ou fórmula

Lanche da manhã

120 a 180 ml de leite materno, fórmula ou água
1/2 xícara de cubos de queijo ou legumes cozidos

Almoço

1/4 a 1/2 xícara de iogurte ou queijo cottage
1/4 a 1/2 xícara de legumes alaranjados (como cenoura ou abóbora)
120 a 180 ml de leite materno ou fórmula

Lanche da tarde

1 biscoito macio
1/4 xícara de iogurte ou frutas cortadas

Jantar

1/4 xícara de carne, frango ou tofu
1/4 a 1/2 xícara de verduras
1/4 xícara de macarrão, arroz ou batata
1/4 xícara de fruta
120 a 180 ml de leite ou fórmula

Agora que você tem algumas receitas e cardápios, continue explorando novas opções e aproveite esta fase com o seu bebê!