X
X

Coordenação motora fina: a arte de rabiscar e escrever – Parte 1

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Rabiscar é um dos primeiros estágios pelos quais o seu filho passa quando aprende sobre linguagem e escrita. A revista Educational Research and Reviews menciona que os rabiscos são os predecessores dos movimentos mais controlados e que todas as atividades de desenho feitas antes dos 5 anos são indispensáveis para preparar as crianças para aprender a ler e escrever. A cada traço, seu filho estimula o controle da mão e dos dedos, as habilidades de raciocínio e a compreensão global da linguagem. No começo, você ficará surpresa com o que ele consegue fazer com um giz de cera. Ao descobrir a relação entre os movimentos manuais e as linhas no papel, ele comecerá a experimentar a simbologia dos traços e aumentará o controle muscular. As experiências dele durante esses meses serão cruciais para o desenvolvimento da coordenação motora; ele aprenderá a tarefa complexa de segurar um giz de cera e como controlar a força, a pressão e a velocidade que usa ao desenhar.

Como com qualquer outro processo, a capacidade de rabiscar e colorir ocorre em uma ampla faixa de tempo. Geralmente, começa aos 14 meses e se estende até depois dos 48, quando seu filho está pronto para usar as letras. No início, ele começará a experimentar os gizes de cera e fará movimentos amplos com o ombro. Mesmo que pareçam traços aleatórios, esses rabiscos ajudam ele a se expressar e a se comunicar com o mundo. Depois, ele rabiscará de uma maneira mais controlada. Você vai ver que ele vai mover o pulso, mantendo o ombro estável. Ele será capaz de desenhar linhas, tentar diferentes pegadas no giz de cera ou marcador e, finalmente, vai segurá-los entre o polegar e o indicador.

X
banner kinedu desenvolvimento

Por volta dos 25 meses de idade, seu filho começará a realizar movimentos mais precisos. A consciência corporal e propriocepção lhe ensinarão quanta pressão exercer com cada dedo e como movê-los independentemente para melhor apoiar o lápis. Ele fará padrões mais complexos à medida que explora os movimentos horizontal, vertical e circular. Mesmo que ele não use letras reais ainda, usará seus movimentos precisos no desenho para mostrar o significado dos pontos, curvas e outros componentes das letras que ele usou.

Continue lendo a segunda parte desse artigo para aprender sobre a transição para desenhos de movimento mais complexos.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!

3 comentários em “Coordenação motora fina: a arte de rabiscar e escrever – Parte 1”

  1. Pingback: Coordenação motora fina: a arte de rabiscar e escrever - Parte 2 - Kinedu Blog

  2. Pingback: Coordenação das mãos: 36 a 48 meses - Kinedu Blog

  3. Pingback: Coordenação das mãos: 36 a 48 meses - PreviMae

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *