X
X
bebê mãos fechadas

Por que meu bebê fica com as mãos fechadas?

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

É incrível a rapidez com que os bebês aprendem e conseguem fazer coisas novas! Com relação ao desenvolvimento motor, você verá que o seu filho atingirá alguns marcos durante os primeiros meses de vida. Bebês recém-nascidos chegam ao mundo com uma série de reflexos de sobrevivência, e são mais capazes do que parecem. Alguns desses reflexos desaparecem com o tempo, enquanto outros se tornam voluntários e direcionados.

Se você é mãe ou pai de um bebê com apenas alguns meses de idade, você pode ter notado que ele mantém as mãos fechadas. Seu pequeno ainda se sente confortável em ficar em uma posição semelhante à que ele tinha quando vivia dentro do útero, com os braços e as pernas perto do corpo e o punho fechado.

Nesta fase, seu bebê ainda não controla muitos de seus movimentos, e você verá que, se acariciar a palma da mão dele, ele imediatamente irá segurar seu dedo como uma reação automática. É incrível o quão forte ele é, mesmo sendo tão pequeno! Esse reflexo ocorrerá do nascimento até o quinto ou sexto mês de vida do seu bebê, pois controlará progressivamente a atividade de suas mãos.

Leia também:

Quando o segundo mês chegar, você verá que os movimentos do seu filho começarão a ficar mais fluidos, menos abruptos. Isso acontecerá porque seu sistema nervoso terá amadurecido. Embora a mobilidade de seus dedos ainda seja limitada e ele ainda fique com os punhos fechados, ele começará a mover os braços na frente do corpo. Ele fará isso quando se sentir animado, e poderá até colocar as mãos na boca para chupá-las. Será emocionante ver todas as conquistas do seu bebê!

X
banner kinedu desenvolvimento

A capacidade de abrir as palmas das mãos será gradual. Quando atingir o terceiro mês de vida, seu bebê poderá tentar pegar objetos intencionalmente, embora ele às vezes não vá conseguir segurá-los, o que o deixará frustrado. Se você colocar um objeto pendurado na frente dele, ele tentará pegá-lo e, quando você menos esperar, ele terá melhor controle das mãos e poderá pegar objetos e sacudir brinquedos. Embora o reflexo de preensão ainda vá demorar um pouco para desaparecer completamente e se tornar um movimento totalmente intencional, nesta fase, seu filho permanecerá menos tempo com as mãos fechadas.

Quando você perceber que seu bebê está começando a demonstrar esses avanços, aproveite a oportunidade para brincar com ele. Você pode pendurar brinquedos pequenos que chamem a atenção dele e incentivá-lo a mover as mãos. Quando ele conseguir abrir as palmas das mãos, ofereça objetos que ele consiga segurar. Lembre-se de comemorar com o seu filho todas as conquistas dele!

Esta atividade ajuda o bebê a desenvolver os movimentos das mãos

Outros reflexos que podem ser observados desde o nascimento são: o reflexo de Moro (que é uma reação ao susto); o movimento das pernas simulando passos quando seu bebê sentir uma superfície firme sob os pés; o movimento do pescoço para procurar o mamilo ou a mamadeira; o movimento de juntar os dedos quando você tocar as solas dos pés do seu bebê; etc.

Lembre-se de que cada bebê se desenvolve em seu próprio ritmo e nem todos eles apresentam ou perdem os reflexos ao mesmo tempo. Seu pediatra irá verificar a presença de todos os reflexos na primeira consulta; mesmo assim, se você ficar com alguma dúvida sobre isso, não hesite em consultá-lo.

No aplicativo do Kinedu, você encontrará muitos artigos sobre os reflexos primitivos e atividades para verificar a presença deles no seu bebê.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!

1 comentário em “Por que meu bebê fica com as mãos fechadas?”

  1. Pingback: O desenvolvimento da coordenação motora fina - Kinedu Blog

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *