Desde o primeiro dia, seu filho tem aprendido sobre a linguagem apenas ouvindo o que as pessoas ao seu redor falam. Ele ouve as histórias que você conta, presta atenção nas conversas entre seus entes queridos, etc. Ele também será exposto à linguagem ao interagir com outras pessoas.

Com o passar do tempo, essas interações se tornarão mais sofisticadas e seu filho aprenderá muito com elas! Primeiro, ele começará a entender a linguagem e, pouco a pouco, poderá expressar seus pensamentos e ideias de maneira e não-verbal e verbal. No início, ele usará sons e gestos; depois, falará suas primeiras palavras. Mais tarde, continuará se desenvolvendo e formará suas primeiras frases. Mas, neste momento, será que as pessoas entenderão o que ele fala? É aí que entra a pronúncia.

Hoje vamos falar sobre uma estratégia muito boa que se relaciona às habilidades linguísticas: as rimas e os trava-línguas. Já falamos sobre o poder das rimas, e tenho certeza que você já as usou nas canções de ninar com o seu filho. Os trava-línguas são ótimos porque são curtos e usam sons repetitivos e palavras com ritmos atrativos e fáceis de copiar. Você pode usar trava-línguas com o seu filho a qualquer hora, em qualquer lugar. Você não precisa de livros ou brinquedos, apenas de uma boa memória.

Esse tipo de atividade ajudará o seu pequeno a descobrir como a linguagem funciona e, mais tarde, ele irá se familiarizar com a relação entre os sons e as letras, o que o ajudará a começar a ler. Hoje vou me concentrar em um tipo especial de rima que também estimula as habilidades linguísticas e de alfabetização do seu filho: os trava-línguas.

O que é um trava-língua?

Um trava-língua é uma frase difícil de pronunciar. Alguns contêm sons repetidos, outros usam rimas, enquanto outros combinam as duas estratégias. De qualquer forma, eles geralmente são complicados de pronunciar. Pronunciar um trava-língua exige uma articulação cuidadosa das palavras e muita repetição!

Os trava-línguas foram usados ​​como ferramentas para melhorar, ao longo do tempo, a pronúncia, a gramática e outras habilidades linguísticas. Eles se tornaram um tema de interesse entre os cientistas, dando lugar a muitas pesquisas.

E o que essas pesquisas dizem?

Graças a alguns desses estudos, concluiu-se que os trava-línguas afetam diferentes áreas do cérebro, não apenas aquelas relacionadas à fala. Essas áreas são ativadas mesmo durante a leitura silenciosa. É como se o cérebro estivesse fazendo um grande esforço para decodificar e entender as palavras difíceis que lhe são apresentadas. Isso é chamado de “efeito trava-língua”, e provocou muitas reflexões entre os cientistas.

banner kinedu desenvolvimento

Supõe-se que os trava-línguas, devido à semelhança das representações fonéticas, confundem o cérebro. Portanto, ele precisa trabalhar mais e usar sua memória enquanto pratica a articulação.

Outras pesquisas sugerem que os trava-línguas influenciam o desenvolvimento da fala correta, mas, acima de tudo, eles estão relacionados à aquisição de mecanismos linguísticos complexos, relevantes para o desenvolvimento do vocabulário do seu filho. Estudos sobre trava-línguas dizem que eles contribuem significativamente para a habilidade de pronúncia das crianças.

Os trava-línguas também reforçam a compreensão e a produção de conjuntos de consoantes e de comunicações complexas, bem como dos mecanismos de formação de palavras. Isso sugere que os trava-línguas são uma excelente maneira de desenvolver o vocabulário, contribuindo para as futuras habilidades de leitura e escrita do seu filho.

Como você pode usar os trava-línguas?

Da mesma forma que você incorporou as canções de ninar, você pode introduzir trava-línguas em suas rotinas diárias. Comece com trava-línguas simples. Primeiro, mostre ao seu filho como pronunciá-los, dando o exemplo, e, depois, pratiquem juntos até que ele aprenda. Isso também irá estimular os períodos de atenção e a memória dele! Vocês também podem competir para ver quem aprende o trava-línguas primeiro.

Você pode encontrar trava-línguas muito divertidos em livros – melhor ainda se eles vierem acompanhados de desenhos! Primeiro, leia as histórias; exagere na pronúncia para que as palavras ganhem vida! Mais tarde, quando seu filho começar a aprender a ler, ele poderá recitar os trava-línguas que já conhece e relacioná-los com os sons a cada letra, até que um dia ele mesmo possa lê-los!

Esta ferramenta incrível não só trava a língua, mas também o cérebro! Além disso, será divertido aprender essas frases junto com o seu filho. Talvez seja difícil pronunciá-los até mesmo para você! Use esta ferramenta divertida e melhore as habilidades linguísticas e cognitivas do seu filho.

Para conhecer outras formas de estimular as habilidades linguísticas do seu filho, acesse as atividades do nosso catálogo!