X
X

Se expresse

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Se o seu bebê tem um mês, um ano ou três anos, não importa: você provavelmente já percebeu como ele aproveita qualquer oportunidade de se comunicar com você para mostrar a opinião dele sobre tudo o que acontece ao seu redor. Estudos recentes têm colocado cada vez mais ênfase no direito das crianças de serem ouvidas sobre os assuntos que as afetam. É por meio da participação em assuntos cotidianos que sua autoestima é aprimorada, as habilidades gerais são promovidas, o senso de autonomia e independência é aumentado e a competência social e a resiliência são trabalhadas.

Esses estudos sugerem que, às vezes, subestimamos a capacidade de participação das crianças; elas não são receptoras passivas de cuidados e proteção. Há cada vez mais evidências sugerindo que desde muito cedo as crianças são (1) especialistas em suas próprias vidas e capazes de comunicar seu ponto de vista único em qualquer experiência, (2) comunicadoras hábeis com um ampla variedade de “linguagens” para articular suas visões; (3) agentes ativas com o poder de influenciar e manipular o mundo ao seu redor; e (4) criadoras de significado capazes de construir e interpretar significados em suas vidas.

As formas e a extensão com as quais seu filho expressa a opinião dele e é capaz de participar variam, é claro, à medida que ele cresce.

Durante os primeiros meses, ele se comunicará chorando, grunhindo, rindo, fazendo movimentos e gestos corporais. O fato de os bebês procurarem participar de atividades sociais e serem expressivos em relação a outras pessoas significa que eles rapidamente percebem sinais sociais. 

X
banner kinedu desenvolvimento

Por volta dos 18 meses, as crianças começam a se expressar com palavras, desenhos e brincadeiras. Elas também começam a compartilhar e brincar com outras pessoas, mergulhando ainda mais nas interações sociais diárias.

Aos 4 anos, as crianças têm um senso de independência maior, além de mais habilidades cognitivas e linguísticas. Nesta fase, elas conseguem começar a criar suas próprias regras e processos de tomada de decisão por meio da brincadeira.

Desde o nascimento, seu bebê começa a desenvolver as habilidades necessárias para participar da comunicação. O nível de responsividade e respeito que as crianças recebem de seus cuidadores aumentará e apoiará o desenvolvimento dessas habilidades. O que esses estudos afirmam é que não basta apenas ouvir o seu filho sem levar em consideração os pontos de vista dele; você deve considerar cuidadosamente e dar importância às idéias dele. Isso não significa aceitar toda e qualquer sugestão do seu filho, mas sim considerar adequadamente a ideia apresentada por ele e, se ela não for possível, fornecer uma explicação sobre o motivo pelo qual não deu para fazer as coisas da forma que ele sugeriu.

Você consegue pensar em maneiras de promover a participação e a expressão dos nossos filhos no dia a dia? Deixe um comentário e compartilhe com outros pais!

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!

1 comentário em “Se expresse”

  1. Pingback: Objeto transicional do bebê: o que é e para que serve? - Kinedu Blog

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *