X
X
tipos de alergias - bebê com rosto vermelho

Confira os 3 tipos de alergias mais comuns na infância

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

As mais diversas alergias podem afetar uma criança e demandar cuidado redobrado por parte dos pais. Conheça os principais tipos de alergias em nosso post!

A alergia se manifesta quando o sistema imunológico responde exageradamente a uma substância que costuma ser inofensiva. Existem vários tipos de alergias, e as crianças são as que mais sofrem com suas consequências. Entre muitos incômodos, podem surgir coceiras, urticárias e dificuldade para respirar. Sem dúvida, este é um assunto que preocupa os pais, e eles muitas vezes nem sabem a que substância a reação alérgica está associada. Por isso, é importante procurar um especialista para fazer a orientação adequada e pedir os exames necessários.

Quer conhecer os principais tipos de alergias e saber como cuidar do seu filho nos diferentes casos? Veja com detalhes no texto a seguir!

Alergias alimentares

Embora qualquer alimento possa causar alergia, leite, ovos, amendoim, nozes, soja e trigo são os responsáveis por 90% das causas de alergia alimentar em crianças. Por sorte, nenhum desses “vilões” é insubstituível, e a criança pode driblar essa alergia deixando de consumir o alimento. O cuidado que precisa ser tomado é o de substituir aquilo que foi retirado da dieta por outro alimento de igual valor nutricional. 

Os alimentos industrializados devem ser verificados com cuidado, pois podem conter traços dos alérgenos. Então, os pais devem ficar de olho nos rótulos para que não sejam pegos de surpresa. Os sintomas variam de acordo com o alimento que manifesta a alergia, mas, em geral, são erupções cutâneas, coriza, chiado no peito, diarreia, dor abdominal, gases, vômito, irritabilidade, baixo ganho de peso, crescimento lento, comichão e dermatite atópica. 

X
banner kinedu saúde

Alergias à picada de insetos

A alergia à picada de insetos é um dos tipos que mais gera preocupação. Os sintomas mais comuns são: falta de ar, chiado no peito, tosse, pele pálida, pulso fraco, desmaio, garganta apertada, problemas respiratórios, inchaço dos lábios ou da língua, urticária e confusão mental. As crianças que têm alergias muito severas necessitarão da administração de epinefrina logo após serem picadas. Nos casos mais graves, chamar uma ambulância também é crucial e deve ser feito imediatamente.

Essa é uma medida enérgica, mas que pode salvar a vida da criança e é indispensável que o pediatra ou alergista que acompanha o caso faça um plano de emergência com todos os procedimentos que devem ser realizados logo após a picada. Esse plano deve ser compartilhado com a escola e outros lugares que seu filho frequenta. Outro cuidado é retirar o ferrão, pois, mesmo após a picada, ele continua liberando veneno e causando dor.

Alergias respiratórias

A rinite alérgica é o principal tipo de alergia respiratória e compromete as vias aéreas, causando mal-estar e desconforto. Os principais sintomas são espirros, coriza e obstrução nasal, e as causas normalmente são: poeira, ácaros, fungos e poluentes ambientais (como fumaça de cigarro). 

As causas para que alguém apresente rinite alérgica estão fortemente ligadas a fatores genéticos e hereditários. Para tratar essa condição, você deve procurar um médico, que indicará o tratamento mais adequado para o caso específico. Outra intervenção possível é a retirada do ambiente dos alérgenos causadores da rinite. 

Apesar da grande preocupação que geram, todos os tipos de alergias têm tratamento e controle. Saber um pouco mais sobre o assunto ajuda os pais a identificarem os sintomas e alérgenos, o que contribui drasticamente para o cuidado da criança. 

Achou relevante entender mais sobre alguns aspectos da saúde do seu filho? Então, confira nosso artigo sobre vacinas do bebê!

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!

1 comentário em “Confira os 3 tipos de alergias mais comuns na infância”

  1. Pingback: Bronquite em bebê e criança: quais os sintomas e como tratar? - Kinedu Blog

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *