X
X

Casa segura para bebês

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Você sabia que os acidentes domésticos são uma das principais razões pelas quais as crianças com menos de 3 anos vão ao pronto-socorro?

Proteger a sua casa é essencial para manter o seu bebê seguro. A supervisão é a melhor maneira de evitar acidentes, mas mesmo os pais mais atentos podem não conseguir manter seus filhos completamente fora de perigo o dia todo. Por isso, é bom estar preparada, especialmente antes de o seu filho começar a engatinhar e a se movimentar sozinho pela casa!

X
banner kinedu saúde

Embora pareça estranho começar a pensar em proteger a sua casa quando seu filho ainda nem começou a rolar, você ficará surpresa com a rapidez com que ele começará a percorrê-la. Por isso, é importante estar preparada!

O primeiro passo é não assumir que seu bebê verá as coisas como você. Lembre-se de que ele estará em um nível muito diferente – o do solo. Para não menosprezar potenciais perigos, engatinhe de joelhos pela casa. Pode parecer bobo no começo, mas, na verdade, é uma das melhores maneiras de manter seu bebê seguro e ver se você deixou alguma coisa passar.

Depois de fazer o seu passeio engatinhando, verifique os riscos domésticos mais comuns, que listamos a seguir:

  • TV e Móveis: Evite móveis com rodinhas e posicione-os longe das janelas. Evite ter uma TV em cima de uma cômoda, pois as crianças podem usar as gavetas para escalar.
  • Quinas e bordas pontiagudas: Lembre-se de colocar protetores em quinas e bordas pontiagudas.
  • Armários e gavetas: Guarde todos os produtos químicos e os produtos de limpeza em armários trancados, ou coloque travas de segurança que se trancam quando você fecha um armário ou uma gaveta.
  • Cabos: Para evitar que o seu bebê puxe os cabos do computador ou da TV, use suportes para cabos para mantê-los protegidos e presos nas paredes.
  • Prevenção de choques: Coloque protetores em todas as tomadas visíveis.
  • Berços: Certifique-se de que seu bebê não consiga colocar a cabeça entre as ripas da grade e que o estrado seja estável. Para confirmar que o espaço entre as ripas não é muito grande, pegue uma lata de refrigerante e deslize-a entre elas. Se a latinha atravessar a estrutura, isso significa que o espaço é muito grande. Além disso, evite berços com grades móveis, que são perigosos para o seu bebê.
  • Roupa de cama macias: Cobertores e lençóis macios são aconchegantes, mas podem ser muito perigosos para o seu bebê. A AAP diz que os pais devem manter objetos macios e roupas de cama soltas longe de seus bebês, porque eles podem sufocá-lo inadvertidamente. Seu bebê deve dormir de barriga para cima e em um colchão firme coberto com um lençol justo. Retire qualquer edredom, almofada ou brinquedo macio de seu berço.
  • Hora do banho: Coloque tiras antiderrapantes na parte inferior da banheira e uma tampa macia na torneira para proteger a cabeça do seu bebê. Nunca deixe seu filho sozinho na banheira.
  • Portõezinhos: Lembre-se de colocar grades de proteção para manter seu filho longe de escadas (em cima e embaixo) ou de determinados cômodos. Não use portões estilo sanfona. Procure por um que se prenda firmemente à parede, mas que não prenda os dedos do seu filho.
  • Janelas: Coloque o berço e os móveis do seu bebê longe das janelas. Não confie em mosqueteiros – eles evitam a entrada dos mosquitos, e não a queda de crianças que se apoiam nas janelas. Ao invés disso, coloque telas de proteção específica para crianças.
  • Segurança dos brinquedos: Como regra geral, os brinquedos do seu bebê devem ser maiores do que a boca dele, para evitar asfixia. Certifique-se de que eles não tenham peças destacáveis, como olhos ou outros itens que possam ser facilmente arrancados, tornando-se um risco.
  • Eletrodomésticos: Se você está acostumado a deixar a torradeira, a cafeteira, a impressora, a TV ou o computador ligado na tomada, lembre-se de que alguns eletrodomésticos podem machucar o seu filho se ele os puxar ou se enroscar em algum fio. Tire os aparelhos da tomada e guarde seus cabos quando eles não estiverem sendo usados.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!