X
X
crosta láctea

O que é crosta láctea e como tratá-la

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

O que é crosta láctea? Aprenda como diagnosticar e tratar esta condição dermatológica que é comum aos bebês e saiba quando contatar o pediatra.

Como pais de primeira viagem, é normal analisar e checar cada centímetro do corpinho do seu bebê durante os primeiros meses. Uma das coisas mais comuns que você pode encontrar são manchas vermelhas e escamosas no couro cabeludo do seu filho.

Antes de se preocupar ou entrar em pânico, saiba que ela é inofensiva, comum e tratável. Mais conhecida como crosta láctea, essa condição dermatológica geralmente aparece nos três primeiros meses de vida do seu bebê, mas pode acontecer em qualquer momento do primeiro ano de vida dele.

Afinal, o que é crosta láctea? E, mais importante, como você pode preveni-la e tratá-la? Neste artigo, daremos todas as informações importantes que você precisa para entender essa condição tão comum.

O que é crosta láctea?

Crosta láctea é um termo para a dermatite seborreica que aparece no couro cabeludo de um bebê. Esta condição se apresenta com manchas escamosas e, às vezes, vermelhas, no topo da cabeça do seu filho. Em alguns casos, pode até aparecer como escamas mais grossas, parecidas com crostas.

Os bebês são mais propensos a desenvolver crosta láctea desde as primeiras semanas ou até completar o primeiro ano de vida. Mesmo que pareça causar desconforto, a crosta láctea não incomoda nem causa dor ao seu pequeno.

Talvez você note essas manchas em outras partes do corpo do seu bebê, pois a dermatite seborreica pode ocorrer comumente na área da fralda, rosto, pescoço ou tronco.

Como os bebês desenvolvem crosta láctea?

A causa exata da crosta láctea ainda é desconhecida, mas acredita-se que seja uma produção exagerada de óleo pelas glândulas sebáceas do bebê. Quando essas glândulas produzem muito óleo, as células da pele ficam presas no couro cabeludo do seu filho, causando escamas de pele velha e irritação vermelha.

Alguns pesquisadores acreditam que a crosta láctea pode ser um resultado direto de alguns hormônios da gravidez que permanecem no sistema do bebê depois que ele nasce. Independentemente do motivo de as glândulas produzirem óleos em excesso, é importante ter em mente que a dermatite seborreica infantil não é contagiosa e nem causada por má higiene, infecções ou alergias.

Se o seu bebê tem crosta láctea, não é devido a nada que você tenha feito ou deixado de fazer. Vários pais de primeira viagem conseguem diagnosticar crosta láctea, mas caso você esteja preocupada com a pele do seu pequeno, o pediatra pode confirmar rapidamente se seu bebê tem ou não dermatite seborreica.

Como tratar a crosta láctea

Assim que você notar os sinais de crosta láctea no seu bebê, você provavelmente vai querer saber como se livrar dela. Na maioria dos casos, a condição some sozinha depois de algumas semanas ou meses.

Existem alguns tratamentos caseiros que podem ser efetivos para combater essa dermatite. Lembre-se de que cada bebê irá reagir de uma forma, então talvez você precise tentar mais de um método para descobrir qual funciona melhor para você.

Experimente estes tratamentos para crosta láctea em casa:

X
banner kinedu saúde

Óleo Vegetal

Comece massageando o couro cabeludo do seu bebê com um óleo vegetal (como, por exemplo, o de amêndoas) para suavizar e soltar as áreas secas e escamosas. Em seguida, lave suavemente o couro cabeludo do seu bebê para remover a pele presa da superfície do couro cabeludo. 

Não tente arrancar as crostas e nem esfregue o couro cabeludo do seu bebê.

Penteie o cabelo do seu bebê regularmente

Use uma escova infantil de cerdas macias várias vezes ao dia para ajudar a remover a pele seca. Pentear os cabelos depois de lavá-los também é recomendado para remover o excesso de escamas, já que elas estarão amolecidas devido à lavagem. Certifique-se de lavar as cerdas todas as vezes com água e sabão para remover a pele e o excesso de oleosidade.

Leite Materno

Se você estiver amamentando o seu bebê, logo irá descobrir todos os benefícios fantásticos de usar leite materno para tratar algumas condições comuns que seu bebê pode vir a apresentar.

Esfregar delicadamente leite materno nas áreas secas e irritadas do couro cabeludo do seu bebê pode ajudar a soltar a pele seca e suavizar a vermelhidão.

Caso a crosta láctea do seu bebê parecer piorar, ou se for um caso particularmente ruim, seu pediatra pode sugerir e prescrever tratamentos que podem incluir um shampoo medicamentoso ou uma loção ou creme com corticoide.

Para mais orientações de especialistas, baixe o app Kinedu e acesse +1.800 vídeos sobre cuidados com o bebê!

Como prevenir o aparecimento da dermatite seborreica infantil?

Infelizmente, não há uma maneira de prevenir que seu bebê apresente crosta láctea. Como a causa exata ainda não é conhecida, não há uma maneira de garantir que o couro cabeludo do seu pequeno fique livre dessa condição.

Entretanto, sabemos que o suor pode exacerbar os sintomas da crosta láctea em bebês, então é uma boa ideia manter a cabeça do seu bebê fresquinha e seca tanto quanto for possível.

A melhor coisa que você pode fazer pelo seu bebê caso ele desenvolva crosta láctea é cuidar da situação com os tratamentos listados acima. Certifique-se de ficar de olho, e, caso você note mudança ou piora no quadro do seu pequeno, entre em contato com seu pediatra.

Consulte o seu pediatra caso você note:

  • descamação pesada ou manchas acastanhadas e crosta amarela;
  • sinais de infecção por fungo, incluindo áreas vermelhas brilhantes que doem ou coçam;
  • o couro cabeludo do seu bebê começando a drenar fluidos ou desenvolver pus.

Algumas coisas a se lembrar sobre a crosta láctea

A crosta láctea não é uma infecção ou uma doença contagiosa. Ela pode surgir em qualquer momento durante o primeiro ano de vida do seu filho. Na maioria dos casos, ela desaparecerá sozinha e há pouca necessidade de intervenção médica.

Agora que você sabe o que é a crosta láctea e como tratá-la de forma efetiva em casa com óleo vegetal, escovação regular, leite materno e lavando com shampoo, aproveite para baixar o app do Kinedu e assistir a aulas ao vivo e gravadas sobre saúde e desenvolvimento do bebê!

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *