X
X
manobra de heimlich em bebê

Manobra de Heimlich em bebê: o que é e como fazer?

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

A Manobra de Heimlich em bebês é uma técnica usada para desobstruir as vias aéreas superiores, sendo muito útil para lidar com casos de engasgo.

Você já ouviu falar da Manobra de Heimlich? Em geral, muitos pais se familiarizam com esse termo pela primeira vez quando seu filho inicia a introdução alimentar. Isso acontece porque, nesse importante marco do desenvolvimento, seu pequeno começa descobrir os alimentos e também o mundo ao seu redor ao colocar objetos na boca.

Cores, formatos e texturas: tudo é novidade! Entretanto, durante essa fase de aprendizado e exploração, engasgos são comuns e predominantes em crianças de até quatro anos.

Por isso, pais e cuidadores precisam redobrar a atenção, pois, além da comida, praticamente tudo vai para a boca! Engasgos podem ser perigosos, então, se acontecerem, é preciso agir rapidamente. Por essa razão, é fundamental aprender técnicas como a Manobra de Heimlich em bebês, que tem o objetivo de restaurar o fluxo de oxigênio e reanimar seu pequeno.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue lendo para entender melhor como funciona essa manobra e como ela deve ser realizada em bebês. Vamos lá?

O que é Manobra de Heimlich e por que ela é importante?

A Manobra de Heimlich é um dos procedimentos mais conhecidos e recomendados para lidar com situações de obstrução das vias aéreas superiores em um ambiente não hospitalar. Ela é, inclusive, indicada pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP).

O método foi introduzido nos anos 1970 pelo cirurgião Henry Heimlich, nos Estados Unidos. A técnica pode ser aprendida e não precisa ser aplicada por um profissional médico. A ideia é, justamente, que qualquer pessoa que domine o processo consiga prestar socorro a quem está engasgado.

Quando se tem bebês por perto, aprender a Manobra de Heimlich se torna ainda mais importante. Além da novidade da alimentação, a realidade é que crianças pequenas, frequentemente, levam todo tipo de objeto à boca.

Pedaços de comida ou itens pequenos, como brinquedos ou moedas, podem se alojar nas vias aéreas e impedir que seu filho respire. Nessas horas, vale a pena estar preparado para socorrer seu bebê e evitar que algo mais grave aconteça.

X
banner kinedu saúde

Quais são os sinais que indicam que a Manobra de Heimlich é necessária?

Muitos pais se questionam se seu filho está, de fato, engasgando, ou quando é o momento certo de interferir. Para tirar as dúvidas, conheça sinais claros de que seu bebê precisa de ajuda:

  • bebê repentinamente sem reação: uma criança com engasgo não consegue tossir, chorar, falar ou respirar;
  • tosse violenta: um bebê tossindo é, muitas vezes, um bom sinal, pois mostra que as vias estão parcialmente obstruídas e que o corpo está reagindo para se desvencilhar do que está preso. Contudo, se a tosse persiste por muito tempo e fica violenta, é sinal de que a criança está com dificuldades para liberar a entrada de ar;
  • som agudo ou incomum enquanto tenta respirar: ao abrir a boca, a criança pode emitir um barulho agudo, estranho ou, até mesmo, nenhum som;
  • palidez ou pele azulada: pela falta de oxigênio, a cor da pele pode mudar.

Como a Manobra de Heimlich em bebês deve ser realizada?

A manobra de Heimlich é indicada para socorrer bebês e crianças com mais de 12 meses.

Para realizá-la, abrace a criança por trás e faça compressões abaixo das costelas, de baixo para cima, até que veja o objeto causador do engasgo ser expelido pela boca.

Se em algum momento durante o procedimento você for capaz de visualizar o objeto que causou o bloqueio na boca do seu bebê, retire-o cuidadosamente. No entanto, não tente fazer isso sem, de fato, vê-lo, pois ao colocar o dedo na boca do seu filho, você pode machucá-lo ou até empurrar o item mais a fundo.

Como socorrer bebês com menos de 1 ano que engasgaram?

Caso o seu filho tenha menos de 12 meses, você pode seguir estes passos:

  • segure seu bebê de bruços apoiado no seu antebraço e, então, coloque seu braço com o bebê sobre suas coxas. Posicione seu pequeno para que fique levemente inclinado, de modo que a cabeça dele fique abaixo do resto do corpo;
  • sustente a cabeça da criança com uma das mãos. Segure o queixo e mantenha a boca aberta para facilitar a entrada de ar e a saída do objeto obstrutor;
  • com a outra mão, dê cinco batidas firmes com a mão espalmada na região central das costas, no meio das escápulas (ossos que promovem a movimentação dos ombros). Com esse movimento, muitas vezes, o objeto é expelido. Caso isso não aconteça, faça a segunda parte do procedimento;
  • em seguida, vire a criança para frente, ainda apoiada no antebraço e na coxa, e levemente inclinada (cabeça abaixo do corpo). Coloque dois dedos no centro do peitoral do seu bebê, bem no meio dos mamilos. Faça cinco compressões, empurrando a região com firmeza, até o que objeto seja expelido ou o pequeno reaja.

Continue executando os ciclos de cinco batidas e cinco compressões até que o bloqueio seja resolvido ou que a criança responda.

Em ambos os casos (crianças com menos ou mais de 12 meses), peça para que alguém ligue para o 193 ou procure socorro médico enquanto você faz o procedimento. Caso seu bebê fique inconsciente, pode ser necessário conduzir uma reanimação cardiorrespiratória.

O que fazer para prevenir engasgos?

Prevenir é melhor que remediar, não é mesmo? A Manobra de Heimlich em bebês é uma ferramenta extremamente útil, porém, para não precisar passar por uma situação tão aflitiva, é bom dar atenção a algumas práticas que podem evitar engasgos. Confira algumas sugestões:

  • não deixe que seu bebê brinque com brinquedos que contenham peças pequenas. Caso você tenha filhos mais velhos que possuam esses tipos de brinquedos, supervisione sempre as brincadeiras;
  • como comentamos, a introdução alimentar requer atenção nas escolhas. A comida do seu bebê precisa ser oferecida em pedaços finos, com textura bem macia ou amassada. Aproveite para baixar o app Kinedu e assistir a aulas esclarecedoras sobre introdução alimentar e outros temas relevantes para pais;
  • alimentos em pedaços pequenos, duros (como nozes, amendoim, castanha etc.), ou itens como milho, feijão, pipoca e uvas inteiras, podem ser engolidos diretamente sem mastigar e, por isso, apresentam alto risco de engasgo;
  • monitore seu bebe enquanto ele come. Não permita que ele coma deitado e tente alimentá-lo sempre sentado na cadeira de alimentação, e não enquanto está andando ou brincando;
  • certifique-se de manter itens pequenos que comumente temos em casa longe do alcance do seu bebê, por exemplo: moedas, botões, pilhas, tampas de canetas, entre outros.

Aprender a fazer a Manobra de Heimlich em bebês é um passo importante para que pais e cuidadores se sintam preparados para socorrer a criança em caso de engasgos. Assim, seus pequenos podem continuar explorando o mundo com curiosidade e criatividade, ao mesmo tempo em que ficarão seguros. É importante frisar que, mesmo após realizar o procedimento e reanimar o bebê, recomenda-se que os pais levem seu filho ao hospital para checar se está tudo bem.

Você já precisou fazer a Manobra de Heimlich? Já tinha ouvido falar dessa técnica antes? Deixe um comentário abaixo e compartilhe suas experiências com a gente!

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *