No parto normal, o bebê nasce pelo canal vaginal. Entre as vantagens estão uma recuperação mais rápida da mãe e mais saúde para o filho.  

Sabemos que várias medidas podem ser necessárias, até mesmo para salvar a vida da mãe e do bebê na hora do parto. Mas, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), estima-se que 140 milhões de partos aconteçam anualmente em todo o mundo, e a sua grande maioria ocorre sem complicações para as mulheres e os bebês.

Mas seja por falta de informação, medo da dor ou outros motivos pessoais, muitas mamães ainda evitam ter um parto normal — perdendo, assim, uma série de benefícios para si mesmas e para seus filhos.

Vamos, então, desmistificar o parto normal? Siga com a gente!

O parto normal e o natural

Antes de mais nada, é preciso diferenciar os tipos de parto. O parto normal — também chamado de parto vaginal — é aquele em que o bebê passa pelo canal vaginal da mãe. Nesse forma de parto, algumas medicações são utilizadas, como a ocitocina sintética e a anestesia para a mamãe.

Powered by Rock Convert

Já o parto natural ocorre de maneira semelhante, com o nascimento do bebê por meio do canal vaginal, mas, nesse caso, os medicamentos são evitados, assim como qualquer tipo de anestesia.

O parto humanizado

Muito utilizado, o conceito de parto humanizado refere-se ao respeito de toda a equipe médica e da rede de apoio à mãe e ao bebê na hora do parto — assim como antes e depois — independentemente do tipo de parto que vai acontecer: normal, natural ou cesárea. Afinal, todas merecem ser ouvidas, acolhidas e respeitadas.

Os benefícios do parto normal

Apesar de alguns receios que possam existir, é válido considerar as vantagens que o parto normal traz para a mamãe e o bebê:

  • recuperação mais rápida: geralmente, a mulher se levanta e se movimenta normalmente em poucas horas;
  • menos dor: assim que o bebê nasce, toda a dor se acaba; o incômodo de uma possível episiotomia é bem menor do que o corte de uma cesárea — que é uma cirurgia;
  • a volta para casa é mais rápida: quem passa por um parto normal ganha alta no dia seguinte, enquanto a cesárea demanda 2 ou 3 dias no hospital;
  • o leite pode descer mais rapidamente;
  • ao passar pelo canal vaginal, o bebê entra em contato com micro-organismos importantes para o seu sistema imunológico;
  • o contato pele a pele após o nascimento é facilitado;
  • a vida da mulher pode voltar ao normal mais rapidamente, pois não houve uma cirurgia. A musculatura do útero vai trabalhar rapidamente para que tudo se contraia e volte ao seu estado natural. Inclusive, o canal vaginal não fica mais largo e a vida sexual não é prejudicada.

Realmente são muitos os benefícios do parto normal, mas é preciso ter em mente que nem tudo, nesse momento, estará sob o seu controle. Muitas vezes e pelos mais diversos motivos, a cesárea acaba sendo o mais indicado para que nem a mãe, nem o bebê sofram e para que suas vidas não sejam colocadas em risco.

O importante é que os dois possam ir para casa com segurança e saúde. Por isso, confie na equipe médica, informe-se e mantenha a calma — em breve, o seu bebê estará em seus braços!

Como estão as suas expectativas para o parto? Sua primeira opção é o parto normal? Divida com a gente nos comentários!