Estar grávida é um momento muito especial na vida das mulheres. O percurso normalmente é repleto de emoções, mas também de cuidados. É natural querer estar a par de tudo que possa favorecer a gestação e, assim, dúvidas, ansiedade e expectativas podem acabar surgindo sobre o que é indicado ou não.

Para que tudo transcorra da melhor forma possível, é importante ficar atenta às recomendações de especialistas durante esse período para preservar a saúde das mamães e dos bebês, principalmente no que diz respeito a questionamentos que envolvem estética e beleza, como pintar o cabelo na gravidez.

Pensando nessas dúvidas, preparamos este post. Vamos ajudar as mamães a ficarem por dentro dos cuidados capilares que são indicados e os que não são recomendados, para que a gestação seja harmoniosa e tranquila. Continue a leitura!

Tinturas

As tinturas podem ser usadas desde que sejam específicas e não contenham em sua fórmula amônia nem metais pesados. Uma opção são os tonalizantes e as hennas. No entanto, como medida de proteção à saúde das mamães e dos bebês, é recomendado que seja feita somente após a 12ª semana de gestação para que a segurança seja garantida.

Permanentes e alisamentos

Os permanentes e alisamentos não são recomendados em nenhum momento durante o período gestacional, pois os produtos têm substâncias nocivas à saúde do bebê, como o formol.

Hidratação

As hidratações são liberadas, dependendo do produto que será utilizado. Para isso, é necessário estar sempre atenta às contraindicações e à composição desses produtos. Prefira sempre produtos naturais e busque sempre orientação médica antes de realizar qualquer procedimento, mesmo que pareça algo simples.

Luzes

As luzes podem ser feitas desde que o produto não contenha substâncias nocivas (amônia e metais pesados) e também a tintura não deve encostar no couro cabeludo para que assim não aconteça a absorção de elementos prejudiciais à saúde do feto.

Contato com amônia ou metais pesados

Assim como as demais situações destacadas anteriormente, o uso desses produtos não é recomendado durante a fase gestacional. Isso porque essas substâncias, ao entrarem em contato com o couro cabeludo, promovem sua absorção pela corrente sanguínea da mãe, e podem ser tóxicas e prejudiciais ao bebê.

Dessa forma, conhecer o produto é essencial para decidir realizar os procedimentos com segurança e, assim, preservar a sua saúde e a do bebê. Por isso, existem no mercado produtos específicos, compostos por substâncias não agressivas ao organismo.

No entanto, para ter certeza de que se trata de um produto seguro, é preciso sempre pesquisar e buscar profissionais que entendam do assunto. Independentemente disso, siga sempre as orientações médicas.

Como podemos observar, pintar o cabelo na gravidez, ou mesmo realizar outros procedimentos, não é totalmente proibido, mas requer alguns cuidados. Para isso, é importante estar atenta especialmente aos produtos que serão utilizados e sempre buscar orientação médica. Mas fique tranquila, tudo pode ser muito bem contornado.

E aí, gostou do post? Então, confira os principais cuidados recomendados ao ingerir cafeína na gravidez e saiba os seus riscos.