Na área do desenvolvimento físico, existem algumas habilidades que o seu filho irá dominar em breve. Se nos concentrarmos na coordenação motora grossa, há um marco emocionante que as crianças alcançam entre os 18 e os 36 meses: correr. Como o cérebro, os músculos e os nervos do seu filho continuam se desenvolvendo, e é importante apoiar a aquisição de novas habilidades. Às vezes, pensamos que o desenvolvimento acontece automaticamente, por instinto. No entanto, estudos recentes mostram que as atividades em que você se envolve com o seu filho têm um grande impacto em suas habilidades.

12 a 24 meses

Um sinal de que o seu filho está prestes a começar a correr é seu interesse crescente em subir e descer escadas, dançar e pular. Estes são sinais de que seus músculos estão ficando mais fortes e se preparando para correr. Para fazer isso, seu filho deverá melhorar seu equilíbrio e desenvolver suas habilidades espaciais, o que o ajudará a correr melhor.

Como você pode ajudá-lo durante este estágio? Proponha uma brincadeira em que ele irá se sentar em uma cadeira e se levantar de forma repetitiva (como “dança da cadeira”). Esta atividade estimulará suas habilidades espaciais, seu planejamento de movimento, seu equilíbrio, sua força muscular e sua compreensão de instruções. Também é recomendado dar instruções enquanto seu filho estiver se movimentando para estimular seu desenvolvimento cognitivo. Por exemplo, diga “Pare!” ou “Espere por mim!”. Talvez ele não siga suas instruções no início, mas, pouco a pouco, você verá que ele começará a entender o que você quer dizer, encontrando a relação entre a instrução e suas ações enquanto trabalha a compreensão da linguagem e de causa e efeito.

24 a 36 meses

Durante esse estágio, você perceberá que os movimentos do seu filho se tornarão mais coordenados, e que ele irá manter o equilíbrio por mais tempo, pular enquanto segura alguma coisa, apresentar reflexos melhores e talvez percorrer pequenas distâncias.

banner kinedu desenvolvimento

É recomendável que o seu filho pratique pelo menos 30 minutos de atividades físicas e 60 minutos de brincadeiras livres todos os dias. Não recomendamos que ele permaneça inativo por mais de 60 minutos. Em vez de sentá-lo na frente da televisão, leve-o até um parque, brinquem de seguir as linhas do chão ou de amarelinha.

Esse tipo de atividade fortalecerá seus músculos, aperfeiçoará suas habilidades adquiridas e ajudará o seu filho a se sentir seguro o suficiente para experimentar novos movimentos. Por exemplo, correr sobre superfícies diferentes, fazer curvas enquanto corre ou praticar um melhor controle sobre os braços. Além disso, vocês irão se divertir muito juntos!

36 a 48 meses

Durante esses meses, você verá que o seu filho se tornará muito ativo. Suas habilidades motoras grossas serão muito variadas, ele conseguirá dominar certas habilidades, como correr e pular, seu equilíbrio será muito melhor e ele começará a adquirir novas habilidades, como arremessar, pegar e chutar uma bola.

Como estimular as habilidades do seu filho? Além da importância da brincadeira livre, que já mencionamos, seu filho estará pronto para seguir um curto processo que o ajudará a adquirir novas habilidades. Mostraremos a você usando um exemplo simples de como as etapas funcionam.

  1. Observar a ação sendo executada por outras pessoas: Peça para o seu filho observar como o pai chuta uma bola para marcar um gol.
  2. Criar uma imagem da ação: Peça para o seu filho imaginar e descrever como o pai chegou perto da bola e para onde ele a chutou.
  3. Imitar a ação: Ficar ao lado do pai e tentar chutar a bola.
  4. Praticar a ação: Provavelmente o seu filho não conseguirá chutar a bola nas primeiras vezes, então, certifique-se de que ele continue tentando.
  5. Ser incentivado a repetir a ação: Lembre-se de que o incentivo que o seu filho receber fará com que ele se sinta confiante o suficiente para tentar novamente. Diga a ele que você sabe que ele consegue fazer isso, para que ele se sinta confortável o suficiente para continuar praticando.

Quando o seu filho completar 3 anos, ele precisará de muitas oportunidades para praticar essas habilidades. Tente deixá-lo resolver um problema sozinho e, quando você perceber que ele tem dificuldade após algumas tentativas, ajude-o, guiando as ações dele. Lembre-se de que um dos objetivos é que vocês façam as atividades juntos. Um ambiente de segurança e confiança potencializará o desenvolvimento dele. E não existe uma maneira melhor de criar esse ambiente do que brincar com o seu filho enquanto ele desenvolve outras habilidades.

Para mais informações, confira estes artigos: