Quer saber como fazer a limpeza do nariz do seu bebê? Ela é fundamental, pois inibe o surgimento de diversos problemas respiratórios. Confira neste artigo!

Todo o rostinho do bebê precisa passar por uma higienização diária. Ela deve ser feita de maneira muito delicada para evitar qualquer machucado. No caso das narinas, a limpeza ajuda a prevenir resfriados e infecções, como gripes, sinusites e processos alérgicos. Por isso, saber como limpar o nariz do bebê é essencial.

Essa é uma recomendação válida para todas as idades. Além disso, é indicado que seja feita em todas as épocas do ano. Quando o assunto são os bebês, é comum eles sentirem incômodos quando limpamos essa parte do corpo. Se isso acontecer, diminua a velocidade, converse com o seu filho ou cante alguma música suave, mas não deixe de fazer a higienização nasal.

Continue a leitura e veja quais são os critérios que você pode levar em consideração!

Saiba mais sobre as secreções

O nariz, além do ato de respirar em si, tem como função umedecer e equilibrar a temperatura do ar que entra no organismo. Lá dentro dele, há também pequenas cavidades que permitem a interação sensorial com o ambiente externo. Essas cavidades, por sua vez, são revestidas por membranas que produzem um muco transparente.

Baixe GRÁTIS o app Kinedu e acompanhe o desenvolvimento do seu bebê!

Por diversos motivos, essa substância pode passar a ser produzida em maior quantidade, além de mudar de cor e de cheiro. Tenha bastante atenção a essas ocorrências, pois elas podem ser sintomas de alguma das infecções mencionadas acima. Saiba também que o mais habitual é que a liberação da secreção ocorra em ambas as narinas.

Porém, se apenas um dos lados estiver escorrendo, pode ser um indicativo de que há alguma coisa presa no outro lado. Não introduza nenhum objeto para tentar retirá-la e entre em contato com seu médico pediatra imediatamente. Enfatizamos aqui que a higienização nasal, como qualquer outra intervenção, precisa ser realizada de maneira muito delicada em seu bebê.

7 dicas de como limpar o nariz do seu bebê

1. Use uma bolinha de algodão

Você pode mergulhar um pedacinho de algodão em água morna e passar suavemente ao redor das narinas. Lembre-se de espremê-lo antes para retirar o excesso de água. Isso pode ser feito mais de uma vez por dia e não apenas na hora da limpeza propriamente dita. Não utilize nenhum tipo de sabonete, pois eles tendem a ressecar a pele.

2. Utilize soro fisiológico

O soro, que nada mais é do que água destilada com cloreto de sódio, tem aplicação indicada para diluir as impurezas, facilitando a higienização. De acordo com as orientações fornecidas pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), “O uso de soro fisiológico nasal deve ser estimulado em abundância principalmente quando não possuírem conservantes”. O ideal é usar uma seringa sem ponta, para não machucar o nariz do seu filho.

banner kinedu saúde

Em bebês pequenos, o ideal é fazer a lavagem nasal com o bebê deitado e a cabeça elevada em relação ao restante do corpo. Use cerca de 1ml de soro fisiológico. Encoste a seringa no interior do nariz, na narina, e pressione de uma vez, injetando todo o conteúdo, até que a secreção escorra.

Crianças maiores podem ficar sentadas durante a lavagem nasal. No caso delas, você pode usar cerca de 5 ml de soro fisiológico.

Após aberto, o soro fisiológico deve ser mantido refrigerado. As seringas podem ser lavadas após o uso, e o recomendado é que sejam substituídas semanalmente.

3. Faça uso de cotonetes com zelo

Ao fazer uso do cotonete, não é indicado aprofundá-lo muito dentro do nariz. Insira-o delicadamente, retirando as secreções mais superficiais de dentro para fora. Como é melhor evitar introduzir qualquer objeto nas narinas dos bebês, caso você observe uma dificuldade na hora da extração, converse com o pediatra.

4. Observe a cor do muco nasal

Atenção ao aroma, à quantidade e à cor da secreção. Como dito anteriormente, os mucos têm um papel importante, e uma pequena medida incolor é natural. Porém, em grande quantidade, podem entupir o nariz, o que facilita a manifestação de infecções. Assim, com a presença de uma bactéria, por exemplo, o muco passa a apresentar uma cor amarela ou esverdeada.

5. Mantenha o vaporizador higienizado

Algumas vezes por semana, você pode acionar o vaporizador, principalmente em épocas de seca e com mais poluição. Coloque-o no ambiente em que seu bebê passa a maior parte do tempo. Esse equipamento ajuda a afinar as secreções, sendo, portanto, um complemento para a limpeza do nariz. Lembre-se também de limpar o aparelho sempre antes e depois de usá-lo.

6. Faça a limpeza diariamente

É recomendado que a higiene seja realizada todos os dias — duas vezes por dia. Uma vez pela manhã, a fim de higienizar qualquer acúmulo que se tenha dado no período noturno, e a outra vez antes do sono da noite, para limpar as sujeiras captadas durante o dia. Se você morar em uma região poluída ou seca, aplique o soro mais vezes.

7. Peça auxílio ao seu pediatra

Como não poderia ser diferente, a recomendação em casos mais graves é sempre buscar o seu médico. Sendo assim, a utilização de nebulizadores e medicações específicas deve ser feita apenas sob a orientação dele. Além disso, problemas respiratórios — como bronquiolite, bronquite, asma e rinite — têm características próprias e exigem um acompanhamento constante e orientações específicas de como limpar o nariz do bebê.

Lembre-se de que a região do nariz é extremamente sensível. Ao seguir com a higienização diária, as demais possibilidades tendem a ficar mais sob controle. Afinal, o contato direto com cada um desses detalhes fará com que os pais e cuidadores percebam mais facilmente qualquer alteração.

Colocando essas dicas em prática, desde os primeiros dias do seu recém-nascido, as chances de infecção serão pequenas. Mas, mesmo para as atividades aparentemente mais simples, conte com o conhecimento profissional. Por isso, havendo qualquer dúvida de como limpar o nariz do seu bebê, entre em contato com o seu pediatra — mesmo que seja para saber que está tudo bem.

Gostou deste conteúdo? Aproveite para baixar GRÁTIS o app Kinedu e acessar +2.200 atividades e artigos que irão apoiar a saúde e o desenvolvimento do seu bebê!