X
X

Por que a curiosidade é tão importante e como podemos incentivá-la?

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Os bebês nascem curiosos. Eles vêm ao mundo com um desejo natural de entender como as coisas funcionam. São atraídos por novas coisas e experiências, questionam, exploram e, ao fazer isso, aprendem!

Se você quer que seu filho seja um bom aprendiz, a melhor maneira de fazer isso é cultivar sua curiosidade. Todas as crianças têm algum nível de curiosidade inata que as motiva a explorar. No entanto, é importante que você leve em consideração o estilo de curiosidade específico do seu filho. Lembre-se de que nem toda criança é igual. Por exemplo, algumas crianças gostam de explorar com suas mentes, enquanto outras preferem fazer isso por meio de atividades físicas (tocar, engatinhar, cheirar ou saborear). Ofereça oportunidades para cada estilo dentro de um ambiente seguro e encorajador!

A ciência mostrou que é o desejo interno de uma criança em aprender (sua curiosidade) que a motiva a buscar novas experiências e soluções, não as pressões externas. As pessoas curiosas são “caçadoras” de conhecimento. Elas gostam não apenas de explorar, mas também de procurar desafios. A curiosidade ajuda as pessoas a abordar a incerteza de uma forma positiva.

Um estudo recente conduzido por pesquisadores da Universidade John Hopkins revelou o papel fundamental que a curiosidade desempenha na aprendizagem. Em um dos experimentos, os pesquisadores descobriram que, quando os bebês foram surpreendidos – isto é, quando suas expectativas em relação ao comportamento de um objeto foram desafiadas, eles aprenderam melhor! A curiosidade atraiu os bebês para experimentar, explorar e, consequentemente, descobrir o que estava acontecendo para entender melhor a situação.

Dada a importância que a curiosidade desempenha na aprendizagem, como os pais podem nutrir a curiosidade de seus filhos e torná-los “caçadores” de conhecimento?

X
banner kinedu desenvolvimento

Aqui estão algumas dicas que ajudarão você a começar:

  • Siga os interesses do seu filho – As crianças aprendem melhor por meio de atividades que chamam a atenção delas e acendem sua imaginação. Encontre atividades que o seu filho goste e faça-as junto com ele com frequência. Por exemplo, se ele gosta de um tipo particular de música, então toque-o para ele ou dancem juntos. Se ele gosta de animais, leve-o ao zoológico ou leia livros para ele sobre seus animais favoritos.
  • Crie um ambiente interessante – Os bebês passam a maior parte do tempo observando o ambiente ao seu redor. Eles são curiosos sobre o ambiente, por isso, certifique-se de fornecer brinquedos e objetos seguros que seu bebê possa explorar e que estimulem seus sentidos.
  • Redirecione, não desanime – As crianças, mesmo quando bebês, precisam se mover para aumentar as conexões cerebrais. Lembre-se de que nenhuma criança é uma aprendiz passiva! Tente descobrir o que está capturando o interesse do seu filho e encontre uma maneira segura de deixá-lo observar e analisar. Use o mínimo possível de restrições, mas verifique sempre sua segurança.
  • Arranje tempo para brincar de faz-de-conta – Embora você possa achar alguns dos novos brinquedos eletrônicos mais atraentes, você deve tentar incluir objetos como caixas, blocos ou areia de vez em quando. Eles podem parecer sem graça, mas podem ser usados ​​de formas criativas também! Na verdade, esses brinquedos são ferramentas de aprendizado incríveis, porque deixam que a curiosidade determine a  brincadeira. Não diga ao seu filho o que fazer com o material, como usá-lo ou como ele deve ficar no final. Deixe que a curiosidade seja o guia dele!
  • Faça perguntas abertas – Esta dica é para as crianças maiores, mas vale ser mencionada. Evite perguntas que tenham uma resposta “sim” ou “não”. Dessa forma, você estimulará a mente do seu filho, incentivando-o a desenvolver seus pensamentos e ideias. Tente usar perguntas como: “Como você se sente sobre isso?”, ou “Como foi a experiência para você?”.

Saber como cultivar a curiosidade do seu filho é muito importante, mas há 3 coisas que você também deve ficar de olho: os inimigos da curiosidade. De acordo com Dr. Bruce D. Perry, doutor em medicina e filosofia, uma autoridade internacionalmente reconhecida no desenvolvimento do cérebro e crianças em crise, eles são: o medo, as restrições e a ausência.

  1. Medo: O medo é o assassino nº 1 da curiosidade. Quando o mundo de uma criança é abalado ou quando ela está com medo, ela não consegue explorar. Lembre-se de que a forma como você lida com uma situação estressante e a maneira como você incentiva a exploração ajudam no desenvolvimento do seu filho.
  2. Restrições: Dizendo a palavra “não”. Não toque. Não suba. Não grite. Não fique sujo. “As crianças sentem e respondem às nossas atitudes e medos. Se transmitirmos um sentimento de repulsa à sujeira de suas roupas, sua excitação pela descoberta será diminuída. Use o mínimo de restrições possíveis com segurança.
  3. Ausência: A presença de um adulto carinhoso, encorajador e investigador fornece fatores essenciais para a exploração ideal. Dê ao seu filho uma sensação de segurança, bem como reforço e aprovação para as suas descobertas.

Lembre que você é o primeiro e mais importante professor do seu filho. Explore a curiosidade com entusiasmo e o apresente a novas experiências. Não se esqueça de que as crianças exploram com seus sentidos, por isso, forneça oportunidades suficientes para que ele as use em seu ambiente. Leve em consideração as habilidades e a idade do seu filho para, pouco a pouco, introduzir novas experiências e objetos com diferentes formas, texturas, sabores, cores e sons.

Lembre-se de que ajudar seu filho a aprender a usar a curiosidade através da exploração é uma das melhores habilidades que você pode cultivar! Se você quer que seu filho seja um aprendiz vitalício, a melhor maneira de fazer isso é cultivar sua curiosidade. Todas as crianças têm algum nível de curiosidade inata que as motiva a explorar – no entanto, é importante que você leve em consideração o estilo de curiosidade específico do seu filho.

Gostou do nosso artigo? Use o app Kinedu para acompanhar e estimular o desenvolvimento do seu pequeno!

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!

2 comentários em “Por que a curiosidade é tão importante e como podemos incentivá-la?”

  1. Pingback: 6 maneiras de melhorar a memória e a atenção do seu bebê - Kinedu Blog

  2. Pingback: As restrições matam a curiosidade - Kinedu Blog

Comentários encerrados.