Os benefícios do quebra-cabeça vão enriquecer o desenvolvimento do seu filho, principalmente pela diversidade de estímulos. Saiba quais são.

Para entender os benefícios do quebra-cabeça para uma criança, primeiramente é preciso esquecer o grau de complexidade dele para nós, adultos, por um simples motivo: nós já desenvolvemos as habilidades necessárias para enxergá-lo como algo solucionável e divertido.

Para seu filho, ele é uma experiência de aprendizagem de novas habilidades. Um desafio, que vai provocar emoções que precisam ser compreendidas. Aliás, é exatamente por isso que a atividade, quando acompanhada dos pais, permite o entendimento de lições importantes, como trabalho em equipe, perseverança, etc.

Nem bem começamos este post e já falamos de alguns benefícios de brincar de quebra-cabeça, certo? Mas nosso objetivo é ser mais específico em algumas áreas de desenvolvimento. Então, vamos lá?

1. Desenvolvimento da fala

Crianças e bebês são sempre muito sonoros enquanto brincam, não é mesmo? Fazem grunhidos, dão risadas, mostram descontentamento. Mas eles também ouvem o que se passa à sua volta.

Então, o momento de manipular um quebra-cabeça, seja físico ou virtual, é também a hora de explorar os comandos verbais e a descrição detalhada dos objetos, cores e sons da brincadeira.

Perguntas como “essa peça fica em cima da outra, João?” e “qual é a cor desse círculo que você montou?” ajudam na ampliação do vocabulário e na observação e interação espacial a partir do entendimento de comandos externos.

2. Desenvolvimento emocional

As perguntas também podem ser usadas para questionar como a criança se sentiu em diversas situações durante a brincadeira.

É importante saber que o quebra-cabeça é um desafio para a criança, mas também uma oportunidade controlada de concluir uma tarefa, que, nesse caso, é juntar todas as peças e formar algo. Nesse sentido, diversas lições podem ser aprendidas, como:

  • paciência, já que a criança vai precisar ter foco e perseverança em suas tentativas;
  • completude, experimentando a satisfação de tornar várias peças em uma unidade;
  • frustração, entender as emoções, quais as suas limitações para aquele problema e solucioná-las.

3. Aprimoramento da coordenação motora

Esse é um aprendizado gostoso de se acompanhar e entender, porque, para nós, tais habilidades já são automáticas, mas, para as crianças, são um verdadeiro desafio.

A começar pelas habilidades motoras finas (pegando delicadamente as peças), acompanhadas pelo olhar atento – tudo isso é orquestrado pelo cérebro, que manda que o movimento seja feito de forma lógica, ou seja, juntando com a outra parte.

banner kinedu desenvolvimento

4. Autoestima

Aqui valem tanto os sentimentos de satisfação que tomarão conta do seu filho quando completar uma tarefa que lhe parecia difícil, como também os reforços positivos e elogios dos pais em suas tentativas, raciocínios e conclusões.

Ou seja, a criança poderá se sentir capaz de enfrentar novos quebra-cabeças e problemas, pois entenderá que existe uma recompensa valiosa, mesmo quando for apenas sua primeira tentativa de acerto.

O reconhecimento de seus esforços fará com que ela entenda que tentar é tão importante quanto conseguir e, que, aliás, não desistir é o caminho para o sucesso da tarefa.

5. Estímulo à aprendizagem e às habilidades cognitivas

Um bebê não pode ser apresentado a um quebra-cabeça de mil peças, pois nem mesmo saberá para que serve. Deve começar com blocos simples de juntar: associação de cores de duas peças, por exemplo. Assim, depois de dominar essa etapa, ficará estimulado e curtirá a aprendizagem do desafio seguinte.

Entre as habilidades cognitivas, também podemos listar o reconhecimento de formas básicas, exercício da memória e solução de problemas.

Você também pode utilizar as atividades do Kinedu para estimular seu pequeno. Confira essa que separamos para você:

Outros benefícios do quebra-cabeça e como escolher o ideal para seu filho

Brincar com os filhos, portanto, é muito importante e ajuda a construir uma relação de parceria entre os pais e a criança no processo de completar algo juntos — neste caso, a imagem final do quebra-cabeça.

Também oferece a oportunidade de trabalhar as emoções e o comportamento, como a falta de paciência para finalizar o jogo, a tranquilidade para encontrar e encaixar as peças certas e a dificuldade de se concentrar em uma atividade que exige raciocínio lógico para a formação da imagem e a junção das peças com formatos que se complementam.

Para essas horas, é possível encontrar um bom quebra-cabeça nas livrarias ou mesmo online. Uma boa dica é buscar uma solução que traga outras atividades lúdicas compatíveis com a idade da criança, respeitando o limite saudável de exposição, se a modalidade escolhida for a digital.

No Kinedu, você encontra atividades com quebra-cabeças e outras brincadeiras adequadas às necessidades e fase de aprendizagem do seu filho. Curtiu? Então baixe o app e conheça nosso catálogo.