Hoje vivemos em um mundo onde a impaciência predomina. As pessoas não querem esperar, querem obter o que desejam rapidamente. Às vezes, esse modo de vida pode criar uma sensação de que merecemos ter tudo instantaneamente, e a diferença entre desejo e necessidade se torna ambígua. É importante que, como pais, paremos para refletir sobre as atitudes que estamos promovendo.

Antes de começarmos, queremos esclarecer que há algo que nossos filhos merecem: o amor dos pais. Este é um amor incondicional, que não se compra com coisas materiais. As crianças também devem aprender que os privilégios são obtidos trabalhando, e que é importante agradecer pelo que se tem antes de exigir mais.

Os pais que desejam ter filhos mais gratos devem dar o exemplo demonstrando que são gratos também. As crianças que praticam a gratidão geralmente se tornam adultos responsáveis.

banner kinedu desenvolvimentoPowered by Rock Convert

A boa notícia é que a gratidão pode ser ensinada! E, junto com ela, você terá uma atmosfera mais alegre em sua casa. Os pais são o modelo mais real e mais próximo de seus filhos. É por isso que lhe daremos algumas ideias para promover a gratidão em sua família. Você pode começar por si mesmo para que seja mais fácil transmitir esse conceito a outras pessoas. Se algo pelo qual devemos agradecer e que acreditamos que merecemos não for realizado, esse algo torna-se uma fonte de ingratidão e nossos filhos podem testemunhar isso. Portanto, uma das melhores coisas que você pode fazer é ser um exemplo para o seu pequeno.

Você pode executar ações simples que não demoram mais de 5 minutos por dia e que têm um impacto significativo. Por exemplo, você pode ter um diário de gratidão, ou mesmo escrever em um pedaço de papel as coisas pelas quais você se sente grato todos os dias e colocar esses papéizinhos em um pote ou uma caixa. Leia esses bilhetes em dias aleatórios com a sua família. Depois de começar a fazer isso, você pode incentivar sua família a fazer o mesmo. A idade ideal para ensinar a gratidão é quando as crianças são pequenas. Você pode ensinar seu filho a agradecer a alguém por algo oferecendo à pessoa um desenho feito por ele ou, quando ele aprender a escrever, com um bilhete de agradecimento.

Veja outras ideias para praticar a gratidão em família:

  • Surpreenda seu filho de vez em quando! É mais fácil ser grato por um presente ocasional, porque, se você realizar todos os desejos do seus filho, ele desenvolverá a sensação de que é digno de tudo, e deixará de apreciar as coisas.
  • Conte a ele histórias de família. É importante que seu filho saiba como você e os avós dele viveram, que conheça as dificuldades que vocês tiveram que enfrentar. Agradeça pelo que vocês têm e incentive o seu pequeno a se esforçar pelo que quer.
  • Se você tem filhos maiores, deixe que eles cuidem dos menores. Isso os tornará mais conscientes das necessidades dos outros.
  • Agradeça em voz alta para que seu pequeno possa ouvi-lo. Frequentemente, dê a ele a oportunidade de ouvi-lo agradecer a seus professores, ao garçom, ao lixeiro e a todos que fazem algo por você.
  • Monitore o consumo de mídia audiovisual do seu filho. Atualmente, a mídia incentiva o materialismo. Fique atento ao quanto seu pequeno está exposto a esse tipo de conteúdo. Procure programas educacionais ou que ensinem valores com os quais você concorda.

Lembre-se de que a melhor coisa que você pode fazer é ser um bom exemplo. Será mais fácil promover a gratidão vivenciando-a dia após dia. Não é fácil, mas, aos poucos, seu filho poderá tomar consciência do que faz e diz, e tentará reclamar menos e agradecer mais. Você verá o impacto que isso terá sobre sua família e como é incrível apreciar os momentos em que seu filho é grato pelas coisas.

Para saber mais sobre o tema, leia o artigo Como estimular a gratidão nas crianças.