X
X
mancha mongólica o que é

Mancha mongólica: o que é e por que aparece no bebê?

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Alguns bebês nascem com uma marca na pele de tons variados, como roxo e azul. Entenda o que é mancha mongólica e como ela surge!

O bebê nasce e os pais notam que há uma marca mais escura no bumbum, no tronco ou, ainda, nas perninhas. A primeira reação é de preocupação, afinal, surge a questão: será que isso representa algum risco para o pequeno? Será que foi um hematoma do parto?

Trata-se da mancha mongólica, que pode ser azulada, arroxeada ou até acinzentada. Ela ocorre em bebês — tanto meninas quanto meninos de algumas raças — sendo mais frequente em asiáticos e negros.

Apesar de ser um quadro comum, é desconhecido por muitas pessoas. Por isso, trouxemos este post sobre as principais informações a respeito dessa coloração que surge na pele de alguns recém-nascidos.

Acompanhe a leitura, descubra por que essa condição surge, se oferece algum perigo ou dor para o seu bebê, quando ela desaparece e também se é preciso algum cuidado especial.

Afinal, por que mancha mongólica aparece?

A mancha mongólica é uma situação comum em bebês com ascendência asiática e africana. Por isso, é um quadro bastante comum no Brasil e América Latina, pois são regiões em que a mistura de raças é frequente.

Como ela surge? O que ocorre é um acúmulo de células que produzem melanina, os melanócitos, em algumas regiões do corpo. Essas células não conseguem migrar adequadamente da crista neural para a derme na fase de desenvolvimento embrionário e ficam concentradas em algumas regiões do corpo.

Clique AQUI para baixar GRÁTIS o app Kinedu e acessar +2.200 atividades e artigos sobre o desenvolvimento dos bebês!

As marcas podem ter coloração arroxeada, azulada, ou ainda puxada para o cinza. Essa tonalidade pode ser diferente em cada criança por conta da quantidade de pigmento que fica nas diferentes camadas da pele.

Incidência de acordo com a raça

A mancha mongólica é notada logo no nascimento do bebê e, de acordo com informações da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), é uma condição que ocorre em:

  • 10% dos brancos;
  • 40% dos latinos;
  • 80% dos negros;
  • 90% dos orientais.

Assim, recebe o nome de mancha mongólica em referência ao povo mongol — grupo étnico que habitava a Ásia Central. Apesar de ser mais comum em pessoas com ascendência asiática, também é frequente em outras raças.

Áreas do corpo

Essas marcas congênitas podem aparecer, na maioria das vezes, na região das costas, bumbum ou nas coxas e pernas. Mas pode surgir, ainda, nos ombros e barriga.

As manchas mongólicas mudam de bebê para bebê, podendo apresentar tamanhos, formatos e intensidade de coloração variados. São caracterizadas por uma área plana, ou seja, a textura da pele não apresenta nenhuma alteração.

X
banner kinedu saúde

A mancha mongólica oferece algum incômodo ou risco para o bebê?

Imagine a mãe observar uma coloração diferente na pele do bebê que acaba de nascer? É claro que isso vai trazer preocupação para quem nunca ouviu falar da mancha mongólica. Em algumas famílias, já existe o conhecimento desse quadro pelo relato de avós e bisavós, que se lembram dessa marca no nascimento de filhos e netos.

Para as mães e pais que nunca ouviram falar da mancha mongólica, saiba que não há motivo para se preocupar ao notar essa coloração diferente em alguma região do corpo do recém-nascido. Isso porque é um quadro benigno e transitório. Além disso, não causa nenhuma dor, coceira ou qualquer outro incômodo ao bebê.

Baixe GRÁTIS o Kinedu e acompanhe o desenvolvimento do seu bebê!

No entanto, não deixe de conversar com o pediatra para tirar todas as dúvidas — especialmente, para ele fazer o diagnóstico clínico. Desse modo, você fica tranquilo quanto à saúde do seu bebê.

Tenha atenção em casos de marcas muito extensas e que venham acompanhadas de outros sintomas ou problemas de saúde. Nessas situações, será preciso investigar.

No dia a dia

O que pode ocorrer é de as mães terem que explicar para as pessoas que não conhecem a condição o que isso significa, ou seja, que não se trata de nenhum hematoma ou doença. É importante ter a precaução de informar cuidadores, berçaristas e professores, para que eles não pensem que se trata de algum machucado ao dar banho ou trocar a fralda do seu bebê.

Depois de saber exatamente o que é essa marca, os pais acabam se acostumando, sendo que muita gente nem chega a notar o momento em que ela desaparece completamente.

Quando essa marca vai desaparecer?

Mesmo sabendo que é uma condição que não oferece perigo algum ao bebê, uma pergunta fica no ar: quando essa mancha vai desaparecer? A mancha mongólica some aos poucos e, geralmente, se desfaz totalmente nos primeiros anos do pequeno.

Em algumas crianças, a duração pode ser maior. Os pais acabam notando que a marca vai clareando ao longo do tempo.

No entanto, em alguns casos mais raros, a condição pode persistir até a adolescência ou vida adulta, sendo chamada de mancha mongólica persistente. Nessas situações, é comum que as pessoas tenham outras marcas pelo corpo, sendo recomendado o acompanhamento médico.

Quais cuidados os pais devem ter com a mancha mongólica?

Como dissemos, a mancha mongólica é benigna e os pais e cuidadores podem ficar tranquilos. Não é preciso nenhum cuidado especial com a pele da criança: apenas proteger o pequeno da exposição solar com filtro adequado para a idade, evitando sempre os horários de pico, das 10h às 16h.

Na hora de dar banho, priorize sabonetes e shampoos neutros. Assim, evita-se o ressecamento ou as alergias na derme do seu filho.

Agora, você já sabe que os bebês de algumas raças têm uma grande probabilidade de nascer com a mancha mongólica — uma marca que pode ter diferentes colorações. A boa notícia é que ela costuma desaparecer ainda durante a primeira infância, não estando associada a qualquer problema de saúde. Assim, não necessita de nenhum tratamento ou cuidado especial. Em caso de dúvidas, não hesite em conversar com o seu pediatra.

E aí? Gostou das informações que apresentamos neste post? No Kinedu, você acompanha o desenvolvimento do seu bebê e acessa +2.200 atividades e artigos relacionados à saúde e ao desenvolvimento do seu pequeno. Baixe GRÁTIS o app para iPhone ou Android!

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!

6 comentários em “Mancha mongólica: o que é e por que aparece no bebê?”

  1. Pingback: 6 cuidados com o recém-nascido - Kinedu Blog

    1. Olá Vitória! As manchas mongólicas desaparecem com o tempo, então não se preocupe! Se as manchas forem muito grandes, isso pode indicar algum problema de pele e nesses casos especificamente um pequeno tratamento pode ser feito com remédios, pomadas, então você sempre deve consultar seu pediatra 😁💕✨

  2. Eu tenho 17 anos e ainda tenho uma mancha no bumbum, meus pais sempre esquecem q ela existe e quando eu uso roupa d banho sempre perguntan se eu bati em algum lugar kkkk

  3. Tenho 29 anos e ainda tenho essa mancha. No meu caso ela fica na testa, e as vezes fica mais evidente.
    Tenho que explicar constantemente para as pessoas que não apanhei kkkk

  4. Minha filha tem 9 meses ela tem três e uma delas é no ombro em forma de uma chave e o mas engraçado é que ela tem um sinal em forma de coração na coxa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *