Você sente que seu bebê necessita de mais cuidados no inverno, mas ainda não sabe muito bem quais são essas precauções? Muitos pais e cuidadores têm dúvidas sobre a quantidade de roupa que precisam colocar, como proteger os pequenos das doenças típicas da época, quais produtos especiais utilizar, entre outros aspectos.

Com a chegada do período mais frio do ano, há um aumento considerável na incidência de doenças respiratórias, tanto alérgicas como inflamatórias. Isso quer dizer que é preciso cuidado redobrado com os bebês.

Quer ter algumas ideias sobre como proteger ainda mais seu filho? Confira as dicas que reservamos para você!

Agasalhe na medida certa

É comum que surjam dúvidas na hora de agasalhar os bebês, afinal de contas, eles ainda não sabem dizer quanto frio estão sentindo. A dica geral é que eles sentem mais frio que os adultos e, por isso, precisam de um agasalho extra. Então, baseie-se no frio que você está sentindo e nas roupas que está usando para dimensionar a necessidade de calor e vestimenta que seu filho precisa. Normalmente, até os 2 anos, uma camada a mais de roupa em relação ao adulto já é o suficiente para proteger a criança.

Cuidado com os cobertores

Muitos pais optam por embrulhar seus filhotes em cobertores grossos e fofinhos. Contudo, é preciso cuidado em relação ao uso de cobertores, travesseiros e bichinhos de pelúcia no berço. A recomendação é que o bebê não durma com nenhum desses objetos e brinquedos, pois isso pode aumentar o risco de morte súbita. Uma dica é usar apenas uma camada de roupa de frio, pois ela é confortável e capaz de isolar o calor do corpo da criança.

Atenção com a higiene

A proliferação de doenças pode ser prevenida com um ato muito simples, mas poderoso: lavar as mãos. Principalmente quando for trocar as fraldas, limpar o nariz do bebê, comer ou preparar refeições e, claro, depois de ir ao banheiro. Esse hábito colabora para a não disseminação dos vírus e bactérias responsáveis pelas doenças.

App Kinedu Desenvolvimento do bebePowered by Rock Convert

Outro item que deve ser acrescentado à lista de cuidados no inverno é o de lavar bem os cobertores e agasalhos que são menos usados, já que eles podem acumular partículas causadoras de alergias.

Cuidado com as doenças

Doenças respiratórias têm seu ápice no inverno e atacam desde as crianças mais novas até idosos. No entanto, as crianças menores e bebês ainda estão desenvolvendo seu sistema imunológico e necessitam cuidados especiais.

O aumento da incidência de tais doenças se deve à diminuição de umidade, que acarreta maior suspensão das partículas no ar. Além disso, os ambientes costumam permanecer mais fechados, prejudicando a circulação do ar e contribuindo para a proliferação de doenças.

Os principais tipos de doenças respiratórias que aparecem no inverno são a gripe, os resfriados e as alergias. A prevenção, como dito anteriormente, deve ser feita lavando as mãos e os cobertores, evitando lugares fechados e, se possível, evitando o contato com pessoas que já estão com a doença. Além disso, é sempre recomendado consultar seu pediatra de confiança para ter mais orientações.

As preocupações com os bebês são muitas, mas, sem dúvida, há inúmeras e eficientes formas de protegê-los nos momentos mais delicados.

Gostou de saber mais sobre os principais cuidados no inverno para ter com o seu bebê? Quer encontrar mais dicas como estas? Acesse o nosso outro post e descubra como vesti-lo de acordo com o clima!